Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]

O Bico de Gás



Quarta-feira, 31.08.05

Presidenciais, pela enésima vez

E parece que está decido. É Soares (de cavalo branco no meio do nevoeiro) e não Alegre, que concorre ao trono.

A candidatura de Mário Soares pode desassossegar muita gente por vários motivos, mas há um muito especial. Há, na geração logo a seguir a Soares, um deserto de pessoas de ideias, de capacidades. Mas e quando Soares, o “salvador”, desaparecer?

Quanto à possibilidade de divisão na esquerda, não se preocupem, são todos responsáveis. Desde a esquerda “louçã” ao centro Socialista, passando pela falta de ideias do PCP. A responsabilidade é de todos.

E caro Manuel Alegre, “há vida para além dos aparelhos”?. Eu penso que não porque a política portuguesa há muito que está, moribunda, ligada à máquina.
Bip!
ASENSIO

Autoria e outros dados (tags, etc)

às 19:44

Domingo, 28.08.05

Before I pine away

(with open wah, left hand fretting only)
e-----------------------
b-----------------------
g-----------------------
d--7\10--9--0---5---- x8
a--7\10--9--0---5----
d--7\10--9--0---5----

Tool
Reflection,
Lateralus, 2001
ASENSIO

Autoria e outros dados (tags, etc)

às 19:14

Sábado, 27.08.05

Para a família:

ASENSIO
(para os de hoje, os que ainda ou já não estão entre nós)

Georges Seurat
The Circus. 1890-91.
Óleo sobre tela.
Musée d'Orsay, Paris, France
ASENSIO

Autoria e outros dados (tags, etc)

às 00:33

Sexta-feira, 26.08.05

Referendo, de novo

Ora ainda bem... Eu adoro votar, seja para o que for. E se tivermos eleições e referendos mês sim mês não por mim... Está tudo bem.

«O Tribunal Constitucional (TC) considerou não existir inconstitucionalidade nas alterações aprovadas em Julho sobre os prazos dos referendos e que tornam possível a realização de uma nova consulta popular sobre o aborto até Dezembro.»

Parece-me é muito importante resolver o dilema do aborto o mais rapidamente possível.
ASENSIO

Autoria e outros dados (tags, etc)

às 16:53

Sexta-feira, 26.08.05

O urbanismo em Portugal

«"O Urbanismo é, na maioria das câmaras, a forma mais encapotada e sub-reptícia de transferir bens públicos para a mão de privados. A palavra para isto é roubo", afirma Paulo Morais, acrescentando que "se os vereadores do Urbanismo são os coveiros da democracia, os partidos são as casas mortuárias". No mesmo estilo corrosivo, o autarca diz que, "nas mais diversas câmaras do país, há projectos imobiliários que só podem ter sido aprovados por corruptos ou atrasados mentais".»

O que há muito se diz à boca fechada. Há planos urbanísticos que não se entendem. O que não me parece ser relevante é se Paulo Morais, vereador do Urbanismo, na Câmara do Porto, em fim de mandato, está ou não magoado pela sua não inclusão nas listas do PSD, isso é apenas birra.


Agora se é necessária uma entrevista de alguém numa revista para despertar uma investigação, isto não começa lá muito bem. Mas que se investigue a fundo e com coragem.
ASENSIO

Autoria e outros dados (tags, etc)

às 16:36

Sexta-feira, 26.08.05

Investigações

«António Coutinho, António Damásio e Carlos Duarte constam numa lista de 250 cientistas de todo o Mundo mais citados em 21 áreas científicas entre 1981 e 2002»

Ainda bem... Sabem quantos estudos e citações de cientistas estrangeiros tem que ter um cientista português para receber um subsidio estatal para a sua investigação? Ora investiguem...
ASENSIO

Autoria e outros dados (tags, etc)

às 16:13

Quarta-feira, 24.08.05

O anti-climax PCP

Tantas expectativas se criaram tentando adivinhar quem seria o candidato presidencial do PCP. Seria Carlos Carvalhas, uma mulher, quem seria?

Ora nem mais: «O primeiro candidato oficial às presidenciais é Jerónimo de Sousa. O secretário-geral do PCP volta a candidatar-se a Belém para "valorizar" as eleições.»

Foi tão estimulante como a sua escolha para secratário-geral do partido. Sem novidade, só casacos antigos e cheiro a naftalina.
ASENSIO

Autoria e outros dados (tags, etc)

às 17:44

Quarta-feira, 24.08.05

Quando a PJ trabalha para nada...

«Detenções que fazem subir para 115 o número de suspeitos apanhados este ano. Mais um recorde batido este ano, já que em 2003 se tinha estabelecido um máximo de 98 detenções.»

Até podem ganhar medalhas por isso. A verdade é que sem condenações os fogos continuam. Até nem será necessário agravar as penas, só fazer cumprir a lei. Mas nos últimos anos as condenações por fogo posto têm sido muito poucas.
ASENSIO

Autoria e outros dados (tags, etc)

às 17:38

Segunda-feira, 22.08.05

A Caverna e o Jardim (III de III)

Consequências
No primeiro momento, o prisioneiro ficou completamente cego, a fogueira, na verdade, é a luz do sol, e ele foi ofuscado por ela. Depois, habituando-se à claridade, veria os homens que transportam as estatuetas e, prosseguindo no caminho, veria as próprias coisas, descobrindo que, durante toda sua vida, não vira senão sombras de imagens. Dar-se ia conta que apenas agora absorvia a própria realidade. Seria então livre e conhecedor do Mundo.
______________________________________________________________

Javé Deus chamou o homem. E o homem: «ouvi os teus passos e tive medo porque estou nu». Deus: «como sabes que estás nu? Comeste da árvore que te tinha proibido de comer?». Era a verdade, o homem havia comido da árvore do Conhecimento do Bem e do Mal. Então Javé Deus disse à serpente: «serás maldita entre todos os animais, rastejarás sobre o ventre, comerás pó todos os dias»; à mulher: «Vou fazer-te sofrer na tua gravidez: entre dores darás à luz os teus filhos; a paixão vai arrastar-te para o teu marido e ele te dominará»; e ao homem: «maldita seja a terra por tua causa. Enquanto viveres dela te alimentarás com fadiga. A terra produzir-te-á espinhos e ervas daninhas, e comerás a erva dos campos. Comerás o teu pão com o suor do teu rosto, até que voltes para a terra porque dela foste tirado. Tu és pó e ao pó voltarás.»
ASENSIO (também no Sempiterna Temptatio)

Autoria e outros dados (tags, etc)

às 17:20

Segunda-feira, 22.08.05

Dessalinização

«O recurso à água do mar para abastecer populações e regar culturas está publicamente fora de causa. Se algum investidor privado quiser entrar nessa aventura, o Governo não se opõe. Mas tanto o ministro do Ambiente, Nunes Correia, como o presidente da "holding" Águas de Portugal, Pedro Serra, colocam uma pedra sobre o assunto. "Está absolutamente fora de questão", enfatiza o gabinete governamental. Uma das razões para a rejeição reside nos custos incomportáveis da solução - útil apenas quando não há outras soluções.»

Não será porque há muito tempo que se deveria ter feito investigação, estudado o assunto, para fazer descer os custos do aproveitamento das águas do mar. A verdade é que se não for feita essa investigação agora, corremos o risco de não termos qualquer tipo de recurso aquífero de futuro. Quer queiramos quer não a península esta a secar. Falta de visão que prejudica a nossa sobrevivência
ASENSIO

Autoria e outros dados (tags, etc)

às 15:29

Sábado, 20.08.05

Parcerias Públicas e Privadas

Começa-se por facilitar que alguns elementos da sociedade tirem partido do sistema, afastando-se economicamente dos outros, que mantêm a custo ou vêem mesmo descer o seu nível de vida. Passado algum tempo, quando algo se tenta fazer que facilite ou permita um melhor acesso a um serviço ou produto àqueles que passam mais dificuldades, esse avanço só se conseguirá fazer com parcerias Publico-Privadas, desde que a parte privada obtenha a sua parcela.
ASENSIO

Autoria e outros dados (tags, etc)

às 15:49

Sábado, 20.08.05

A Caverna e o Jardim (II de III)

Quando o Homem olha mais além

Que aconteceria se algum desses prisioneiros se libertasse, e pudesse ver toda a caverna, os outros seres humanos e a fogueira? Saíria, dorido por anos de inactividade, do seu local de sempre dirigindo-se para a abertura da caverna deparando com o caminho ascendente e nele continuaria...
___________________________________________________________________________

«É verdade que Deus vos disse que não poderíeis comer da Árvore do Conhecimento do Bem e do Mal?» - pergunta, à mulher, a serpente, astuto animal. A mulher responde que se o fizessem morreriam. A serpente: «Não só não morrereis como ficais senhores do Bem e do Mal, tornar-vos-eis deuses». A mulher viu então o quanto apetecível era o fruto da árvore, comeu-o e deu-o ao seu marido que também o comeu...
ASENSIO (também no Sempiterna Temptatio)

Autoria e outros dados (tags, etc)

às 01:12

Sábado, 20.08.05

A Caverna e o Jardim (I de III)

O Paraíso de Platão ou a Realidade de Deus

No início, numa caverna subterrânea encontram-se desde sempre seres humanos acorrentados. Estão de tal maneira aprisionados que poucos ou nenhuns sãos os movimentos permitidos. Permanecem sempre no mesmo lugar e olham apenas para a frente. A entrada da caverna permite que alguma luz exterior penetre na gruta de maneira que se consiga ver o seu interior semi-obscuro. A luz que ali entra é a que provém de uma grande fogueira no exterior. Entre essa fogueira, no exterior, e os prisioneiros há um caminho ascendente ao longo do qual foi erguido um pequeno muro onde homens transportam estatuetas de vários tipos, com figuras de seres humanos, animais e todas as outras coisas. A luz e a posição da fogueira permitem que os prisioneiros vejam, na parede do fundo da caverna, as sombras das estatuetas transportadas, mas não podem nunca ver as próprias estatuetas, nem os homens que as transportam. Como jamais viram outra coisa, os prisioneiros imaginam que as sombras vistas são as próprias coisas. Não sabem que são sombras, nem podem saber que são imagens, nem que existe outra realidado no exterior da caverna.
___________________________________________________________________________

Quando Javé Deus acabou de fazer a Terra, os seres vivos, do solo, da água e do ar, e o Céu, com as suas luzes para iluminar o Mundo, não havia na terra nenhuma planta, não tinha havido chuva, não havia homem que cultivasse o solo, que trouxesse até à superfície a água para o regar Então Deus plantou um jardim no Éden e aí colocou o homem que moldou. Javé Deus retirou do solo todas as espécies de árvores colocando no centro do jardim a Árvore da Vida e também a Árvore do Conhecimento do Bem e do Mal. Do Éden saía um rio que regava o Jardim que se dividia em quatro braços. Javé Deus tomou o homem colocou-o no Jardim do Éden para que o cultivasse e guardasse.
Javé Deus: «Podes comer de todas as árvores do jardim com a excepção da árvore do Conhecimento do Bem e do Mal». Deus pensou então que nao era bom para o homem estar só, e depois fazer cair um torpor sobre o homem, retirou-lhe uma costela e modelou a mulher e apresentou-a como seu semelhante.
ASENSIO (também no Sempiterna Temptatio)

Autoria e outros dados (tags, etc)

às 01:11

Segunda-feira, 01.08.05

Agosto em Negro - Welcome

Black

Hey...oooh...
Sheets of empty canvas, untouched sheets of clay
Were laid spread out before me as her body once did
All five horizons revolved around her soul
As the earth to the sun
Now the air I tasted and breathed has taken a turn
Ooh, and all I taught her was everything
Ooh, I know she gave me all that she wore
And now my bitter hands chafe beneath the clouds
Of what was everything?
Oh, the pictures have all been washed in black, tattooed everything...
I take a walk outside
I'm surrounded by some kids at play
I can feel their laughter, so why do I sear
Oh, and twisted thoughts that spin round my head
I'm spinning, oh, I'm spinning
How quick the sun can, drop away
And now my bitter hands cradle broken glass
Of what was everything?
All the pictures have all been washed in black, tattooed everything...
All the love gone bad turned my world to black
Tattooed all I see, all that I am, all I'll ever be...yeah...
Uh huh...uh huh...ooh...
I know someday you'll have a beautiful life, I know you'll be a star
In somebody else's sky, but why
Why, why can't it be, why can't it be mine
_______________________________________________________
Pearl Jam
Ten
ASENSIO

Autoria e outros dados (tags, etc)

às 20:55


Creative Commons License


Pesquisar

Pesquisar no Blog  


calendário

Agosto 2005

D S T Q Q S S
123456
78910111213
14151617181920
21222324252627
28293031