Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]

O Bico de Gás



Domingo, 30.04.06

E mais do que isso...

Impotência, esterilidade, infertilidade, papeira...

«Estado social causa baixa natalidade

Sempre estive convencido que a baixa natalidade europeia se devia, pelo menos em parte, ao estado social. Afinal, uma geração que é obrigada a pagar as reformas dos seus pais não poderá usar esses mesmos recursos para sustentar os filhos.» - por João Miranda
ASENSIO

Autoria e outros dados (tags, etc)

às 16:01

Sexta-feira, 28.04.06

Vivam as liberalizações

Hoje:
Gasóleo - 1,089€/L (+1,5 cêntimos)
Gasolina s/chumbo 95 - 1,349 €/L (+2 cêntimos)
Gasolina s/chumbo 98 - 1,414 €/L (+2 cêntimos)
ASENSIO

p.s.- e não venham com a enganadora ideia da necessidade do nuclear, para dimimuir a dependência do petróleo, porque os automóveis não funcionam a energias desse género.

Autoria e outros dados (tags, etc)

às 13:28

Quinta-feira, 27.04.06

Meu caro PM

Para melhorar um edifício não lhe vamos mexer nas vigas mestras porque corremos o risco de o derrubar.

Não se salva o sistema destruindo-o. O que sua excelência quer, não é salvar o sistema, é acabar com ele para o substituir por outro. Não fale portanto na salvação deste modelo social. As alterações que propõe interferem com a justiça social e logo corroem o sistema. Vamos lá a ser verdadeiros e confessar que quer outro modelo. As mais interessantes reformas para aperfeiçoamento,
que fariam sustentar o sistema sem o desvirtuar, o senhor não tem coragem de por em práctica.
ASENSIO

Autoria e outros dados (tags, etc)

às 16:36

Quarta-feira, 26.04.06

Cada qual...

Fez o seu trabalho. A direita aplaude (cega e diligentemente) o discurso de Cavaco Silva. A esquerda desconfia, alguém da direita parece querer invadir o território canhoto. Tudo normal.
ASENSIO

Autoria e outros dados (tags, etc)

às 00:18

Terça-feira, 25.04.06

Sonne


foto: Asensio

Na praia lá da Boa Nova, um dia

Edifiquei (foi esse o grande mal)
Alto castello, o que é a phantasia
Todo de lápis-lazzuli e coral!

__________________________
António Nobre
ASENSIO

Autoria e outros dados (tags, etc)

às 23:55

Terça-feira, 25.04.06

Análises

Está todo país admirado por um Presidente da República de direita, o primeiro que não é “filho do 25 de Abril”, ter feito um discurso de esquerda. A análise que eu faço é esta: já que o governo, de “esquerda”, se parece tão empenhado em fazer políticas cavaquistas, alguém, nas instituições políticas portuguesas, tem que fazer o “frete” de discursar para o lado esquerdo do espectro político. Cavaco não podia discursar à sua maneira ou diluir-se-ia, seria apenas mais um com um discurso deste governo. Assim puxando dos galões canhotos, que tanto deu à apreciação durante as presidenciais, lá conseguiu falar afastando-se das palavras do governo.

Para Sócrates foi uma derrota. Alguém da direita, o único com credibilidade para o fazer (a oposição Marques Mendes e PP não têm essa credibilidade), chama à atenção do primeiro-ministro, de “esquerda”, os problemas sociais e de exclusão graves que Portugal vive. A tecnologia por si só não salva Portugal. De que serve um choque tecnológico para os excluídos sociais do país? É com este alarme-frete que Cavaco tenta acordar Sócrates.
ASENSIO

Autoria e outros dados (tags, etc)

às 18:15

Segunda-feira, 24.04.06

Sempre


ASENSIO

Autoria e outros dados (tags, etc)

às 22:36

Sexta-feira, 21.04.06

Porque me apetece

Penso nisto quando queria era saber escrever senão as coisas que me passam pela cabeça sem destino destinatário, garrafa de náufrago.
Fazes-me
as vezes que menti a dizer que me era indiferente
falta.
_______________________________
Rodrigo Guedes de Carvalho
A Casa Quieta
ASENSIO

Autoria e outros dados (tags, etc)

às 22:09

Terça-feira, 18.04.06

Finally, the water broke

[private to G: I am truly, absolutely, genuinly happy]
</span>

</span></span>

Vicarious</span></span></span>
</span></span></span></span>

</span></span></span></span></span>

[Eye on / I own] the TV
'cause tragedy thrills me
Whatever flavor
It happens to be </span></span></span></span></span></span>

</span></span></span></span></span></span></span>

Like:
"Killed by the husband"
"Drowned by the ocean"
"Shot by his own son"
"She used the poison in his tea
[and / he] kissed [him / her] goodbye"
That's my kind of story
It's no fun til someone dies </span></span></span></span></span></span></span></span>

</span></span></span></span></span></span></span></span></span>

Don't look me at like
I am a monster
Frown out your one face
But with the other
Stare like a junkie
Into the TV
Stare like a zombie
While the mother, holds her child
Watches him die
Hands to the sky cryin,
"Why, oh why?" </span></span></span></span></span></span></span></span></span></span>

</span></span></span></span></span></span></span></span></span></span></span>

Cause I need to watch things die
From a distance
Vicariously, I
Live while the whole world dies
You all need it too - don't lie. </span></span></span></span></span></span></span></span></span></span></span></span>

</span></span></span></span></span></span></span></span></span></span></span></span></span>

Why can't we just admit it?
Why can't we just admit it?
We won't give pause until the blood is flowin'
Neither the brave nor bold
Will write us the story so
We won't give pause until the blood is flowin'

I need to watch things die
From a good safe distance
Vicariously, I
Live while the whole world dies
You all feel the same so
Why can't we just admit it? </span></span></span></span></span></span></span></span></span></span></span></span></span></span>

</span></span></span></span></span></span></span></span></span></span></span></span></span></span></span>

Blood like rain fallin' down
Drown on grave and ground

Part vampire
Part warrior
Carnivore and voyeur
Still have the
[transmittal, sing / transmitter, sing / trance, mental sync]
to the death rattle </span></span></span></span></span></span></span></span></span></span></span></span></span></span></span></span>

</span></span></span></span></span></span></span></span></span></span></span></span></span></span></span></span></span>

La, la, la, la, la, la, la-lie
</span></span></span></span></span></span></span></span></span></span></span></span></span></span></span></span></span></span>

</span></span></span></span></span></span></span></span></span></span></span></span></span></span></span></span></span></span></span>

[Incredulous / Credulous] at best
Your desire to believe in
Angels in the hearts of men.
But pull your head on out
Your head please and give a listen
Shouldn't have to say it all again </span></span></span></span></span></span></span></span></span></span></span></span></span></span></span></span></span></span></span></span>

</span></span></span></span></span></span></span></span></span></span></span></span></span></span></span></span></span></span></span></span></span>

The universe is hostile
So impersonal
Devour to survive
So it is, so it's always been ... </span></span></span></span></span></span></span></span></span></span></span></span></span></span></span></span></span></span></span></span></span></span>

</span></span></span></span></span></span></span></span></span></span></span></span></span></span></span></span></span></span></span></span></span></span></span>

We all feed on tragedy
It's like blood to a vampire </span></span></span></span></span></span></span></span></span></span></span></span></span></span></span></span></span></span></span></span></span></span></span></span>

</span></span></span></span></span></span></span></span></span></span></span></span></span></span></span></span></span></span></span></span></span></span></span></span></span>

Vicariously, I
Live while the whole world dies
Much better you than I.
_______________________________
Tool
10000 Days
ASENSIO</span></span></span></span></span></span></span></span></span></span></span></span></span></span></span></span></span></span></span></span></span></span></span></span></span></span>

Autoria e outros dados (tags, etc)

às 15:15

Terça-feira, 18.04.06

Para MCA

Quando tudo provem de um pacote, basta juntar água a mais um pouco de pó para aparecer mais um...
ASENSIO

Autoria e outros dados (tags, etc)

às 15:08

Quinta-feira, 13.04.06

E, enquanto se discute isto, onde anda o Governo?

Apetecia-me escrever sobre as faltas dos Deputados ssesão da AR e sobre as desculpas esfarrapadas, o encolher de ombros e os descartar de responsabilidades dos partidos, mas está sol, calor, um dia bom para a praia...

«O que ontem se passou na AR só pode ter duas leituras:
Ou os Deputados cometeram uma falta grave por terem assinado o livro de presenças e terem-se ausentado, ou pura e simplesmente usaram o direito de ausência de forma legal e nessa altura a Presidência da Assembleia da República cometeu um erro de má gestão e de péssimo serviço à República.»
- no Tugir

Assinar o livro de presenças e ausentar-se também é um péssimo serviço à Républica. E qual será a justificação para que 119 deputados, dentro do seu direito legal de ausência, faltem simultaneamente a uma sessão na Assembleia? Eu não sei, espero pela resposta sentado. De qualquer das duas maneiras é lamentável o que se passou.
ASENSIO

Autoria e outros dados (tags, etc)

às 18:56

Quarta-feira, 12.04.06

Pires de Lima mode ON

«Forças Armadas têm de melhorar imagem» (via Animal)
Mais sexys?
ASENSIO

Autoria e outros dados (tags, etc)

às 20:19

Terça-feira, 11.04.06

Resposta a...

Esta Blasfémia:

Falta acrescentar e explicar que aceitar o CPE seria trabalhar sem direitos laborais, o que até já sabia que o João Miranda não ia referir.

As três opções (CPE, desemprego ou contrato normal) nunca seriam propostas simultaneamente. Ou seja, o empregador apontaria sempre duas soluções ao empregado: "CPE ou desemprego?", pois havendo a opção de impingir o CPE, nenhum empregador daria hipótese ao empregado de escolher o contrato normal.
Sem o CPE o empregador terá que assumir a opção do contrato normal.

O CPE destinava-se apenas à iniciativa privada, isso é verdade. Assim parece-me claro que a iniciativa privada não tem como criar os tão alardeados e infinitos postos de trabalho que se disse capaz de criar, daí a necessidade de um CPE (leia-se contratos laborais sem direitos) para que, "agilizando", possa mascarar essa sua incapacidade.
ASENSIO

Autoria e outros dados (tags, etc)

às 02:25

Sexta-feira, 07.04.06

Só é moderno quem é Liberal?

«[...]ficámos a saber que os deputados mais jovens apoiam sem reservas a actual Constituição Portuguesa. [...] É assim que os deputados com 30 anos de idade, que estão na Assembleia da República, pouco transparecem o que se passa ‘cá fora’. Não têm os mesmos problemas e ainda cultivam os vícios intelectuais de há 30 anos.»

Ou é isso ou então o meu caro André Abrantes Amaral chamou "antiquados" aos jovens que não defendem os seus credos e que acreditam nesta Constituição. A modernidade não implica necessáriamente a defesa dos valores liberais e o repúdio da Constituição.
ASENSIO

Autoria e outros dados (tags, etc)

às 20:47

Quinta-feira, 06.04.06

Ainda bem que...

Existem uns "messias" que veêm aquilo que mais ninguém vê, o que seria de nós sem a visão de PP:

«“A Constituição de 1976 é um erro histórico. Atrasou economicamente o país, equivocou-o socialmente e excluiu-o da realidade contemporânea, criticou Paulo Portas, acrescentando que ela representa “a matriz cultural do atraso português”, numa alusão às diferenças de desenvolvimento entre Portugal e Espanha»

Pois fique o meu caro Paulo Portas sabendo que, mesmo com todas a revisões feitas, a Constituição do pós-25/4 é, e sempre será, preferível à "Constituição" do pré-24 de Abril que o senhor defende.
ASENSIO

Autoria e outros dados (tags, etc)

às 18:24

Pág. 1/2



Creative Commons License


Pesquisar

Pesquisar no Blog  


calendário

Abril 2006

D S T Q Q S S
1
2345678
9101112131415
16171819202122
23242526272829
30