Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]

O Bico de Gás



Segunda-feira, 30.10.06

E para a semana?

«Manuel Pinho garante que o nuclear não será uma opção para Portugal.»

Não sei se o ministro da economia pode assegurar seja o que for. Tendo em conta o que tem saído daquele ministério não me admirava se para a semana já estivessem a fazer estudos para analisar a opção do nuclear.

ASENSIO

Autoria e outros dados (tags, etc)

às 23:24

Domingo, 29.10.06

Curiosidades (III)

Licença de Acendedores e Isqueiros - 1970

(clicar para ampliar)
ASENSIO

Autoria e outros dados (tags, etc)

às 23:22

Domingo, 29.10.06

O Clássico ou o Neo?

Qual Constantino (com as devidas diferenças), Imperador de Roma, que conseguiu transpor esse império para o transcendente da igreja católica. Não acredito é que tenha o mesmo sucesso.

«O liberalismo é um produto do cristianismo e não é viável sem ele.» - professor Pedro Arroja

Muitos princípios e valores provêm do cristianismo, o liberalismo não teve exclusividade, o que torna
praticamente inútil esta primeira metade do mandamento. Esta serve apenas para tentar justificar a segunda parte, a parte que verdadeiramente interessa. E lá lê-se que sem a religião cristã não existirá liberalismo. É a tentativa de conjugar um princípio político-social, que como qualquer princípio é volátil e actualizável, ao divino, à religiosidade que sempre são mais duradoiros e resistentes à mudança.

Dito isto, quase nem preciso referir que não acredito nessa inviabilidade. Até porque muitos liberais abandonaram já todos os tipos de religião, alguns dos quais (neo-)liberais e pertencentes à trupe do Blasfémias que não abandonaram os seus princípios políticos por serem ateus ou agnósticos. Aliás, enquanto por estes dias existe uma crise na igreja e nos princípios cristãos, o (neo-)liberalismo vai "de vento em popa".
ASENSIO

Autoria e outros dados (tags, etc)

às 03:04

Sexta-feira, 27.10.06

Trapalhadas

Estatuto da Carreira Docente: Dia 26 «Sócrates satisfeito com acordo sobre carreira docente» e logo no mesmo dia «Estatuto da carreira docente sem consenso»

SCUT's
:
«O Governo vai avançar já no próximo ano com a introdução de portagens em três das sete Scut (auto-estradas sem custos para o utilizador) existentes no País.» , dias depois «O ministro das Obras Públicas, Mário Lino, admitiu que o Governo pode abandonar a colocação de portagens em alguns troços das auto-estradas sem custos para os utilizadores (Scut)»

Preços de Electricidade
: «as tarifas de electricidade vão aumentar 15,7% no próximo ano» mais uma vez, no dia a seguir «O preço da electricidade para os consumidores domésticos vai aumentar seis por cento no próximo ano, anunciou hoje o ministro da Economia, contrariando a proposta de 15,7 por cento da Entidade Reguladora do Sector da Energia (ERSE).»

Isto para não falar das contradições sobre a saída da crise do ministro Manuel Pinho.


No tempo de Santana Lopes a estes recuos chamávamos "trapalhadas"

ASENSIO

Autoria e outros dados (tags, etc)

às 22:32

Sexta-feira, 27.10.06

Pergunta

Porque é que aqueles que mais defendem a abolição de fronteiras para o mercado são dos primeiros a erguer barreiras rígidas à imigração?
ASENSIO

Autoria e outros dados (tags, etc)

às 21:44

Sexta-feira, 27.10.06

Ah bom...

«O secretário-geral do PS classificou o próximo Orçamento de Estado como "socialista", recordando que este vai ter como prioridades quer o apoio à ciência e à qualificação, quer o combate à pobreza.»

Este lapso só pode ter uma justificação simples e pode ler-se mais abaixo na notícia. Sócrates fez um
«discurso de improviso».

Também convém falar de "socialismo" numa acção de campanha para o Congresso do PS, não sei é se será o local ideal para se falar de opções governativas.

ASENSIO

Autoria e outros dados (tags, etc)

às 16:22

Quinta-feira, 26.10.06

Não percebo a RTP...

E esta ideia da distinção do "Melhor Português". Por um lado é um concurso lúdico, com uma importância relativa, que nem deve ser levado tão a sério, etc., etc.. E, ao mesmo tempo que frisa isto, desenvolve debates que, até pelas pessoas presentes e pelas opiniões apaixonadas debatidas, só pode ser um debate sério, e diz que serve também para pôr os portugueses a discutir com seriedade as personalidades e o tema "História". Em que ficamos? Esta é uma das incongruências que me levam a classificar este concurso como idiota.
ASENSIO

Autoria e outros dados (tags, etc)

às 01:22

Quinta-feira, 26.10.06

Sem Comentários

The Virgin Love and the Christ Cobain?

Heaven To Hell

David Lachapelle
ASENSIO

Autoria e outros dados (tags, etc)

às 00:48

Terça-feira, 24.10.06

1,5% [com adenda]

A lógica é simples. Desmoralizar, desmotivar os trabalhadores da Função Pública. Sugerir a saída e encaminhar estes (sigam a fila, por obséquio) para a iniciativa privada. Refrear os ânimos daqueles que se propõem trabalhar, no futuro, para o Estado. Tornar impossível ter como subsistência o emprego na Função Pública. Tudo isto, juntamente com a venda de outros serviços, levará ao emagrecimento do Estado, aquele esqueleto que tanto dizem ser necessário. Tornar-se-á no álibi para a venda de serviços essenciais até há pouco tempo considerados intocáveis. Tudo para abrir caminho à iniciativa privada em todos os sectores. Por isso se alegram com o crescimento da economia (salvação, senhor) quando sabemos que a população continua em dificuldades e que 2007 será ainda pior. Quando tudo amainar o Estado será um árbitro desresponsabilizado (ó alegria!) de tudo o que lhe queiram imputar, o sonho de qualquer governo...
ASENSIO

[adenda] - este post NÃO foi escrito por Marques Mendes...

Autoria e outros dados (tags, etc)

às 19:41

Segunda-feira, 23.10.06

Curiosidades (II)

Cédula Pessoal, 1927

(clicar nas imagens para ampliar)
ASENSIO

Autoria e outros dados (tags, etc)

às 00:54

Domingo, 22.10.06

Domingo no Mundo

Acorda rapaz o dia rompe
através do sono escuro

abriga o teu corpo de onze anos

tens que ir trabalhar no duro


No ano passado neste tempo

ainda andavas tu na escola

mas a família cresce e tu és rijo

e aqui ninguém pede esmola


Hoje vais ser homem

por quase nove horas

sabes lá das horas...


Mas talvez amanhã seja Domingo no mundo

e tudo bata certo nem que por um segundo

fogo de artifício se ouviria

se fosse assim p'ra sempre um dia!

Cuidado! Atencão!
É proibido fazer lume
risco de explosão

Carregas canudos em caixotes
fazes fogos de artifício

misturas a pólvora as estrelas

e o arco-íris ao bulício


Se chega o fiscal faz-te de tolo

estas ali porque ate gostas

Deixa o patrão dar-lhe o envelope

e ficas logo grande, apostas?


Hoje vais crescer

para lá do teu tamanho

o cansaço e tamanho


Cuidado com o manuseamento
não te enganes tu também

olhas de soslaio o tipo ao lado

que três dedos a menos tem


Páras para o almoço e a sucapa

vês revistas de homens grandes

vais ter que acender o teu cigarro

nem que pelos ares te mandes


Ah, como e difícil

saber do amor

eu sei lá o que é o amor...


Na fabrica de fogo de artifício
houve dizem fogo posto

e um menino sonha a noite inteira

que perdeu no escuro o rosto.

_______________________________

Sérgio Godinho
Domingo no Mundo

ASENSIO

Autoria e outros dados (tags, etc)

às 04:22

Sexta-feira, 20.10.06

Máquinas (VII)

Máquina de Turing:


Uma máquina de Turing consiste em:
  1. Uma fita que é divida em células, uma adjacente à outra. Cada célula contem um símbolo de algum alfabeto finito. O alfabeto contém um símbolo especial branco (aqui escrito como 0) e um ou mais outros símbolos. Assume-se que a fita é arbitrariamente extensível para a esquerda e para a direita, isto é, a máquina de Turing possui tanta fita quanto é necessário para a computação. Assume-se também que células que ainda não foram escritas estão preenchidas com o símbolo branco.
  2. Um cabeçote, que pode ler e escrever símbolos na fita e mover-se para a esquerda e para a direita.
  3. Um registrador de estados, que armazena o estado da máquina de Turing. O número de estados diferentes é sempre finito e há um estado especial denominado estado inicial com o qual o registrador de estado é inicializado.
  4. Uma tabela de ação (ou função de transição) que diz à máquina que símbolo escrever, como mover o cabeçote ('E' para esquerda e 'D' para direita) e qual será seu novo estado, dados o símbolo que ele acabou de ler na fita e o estado em que se encontra. Se não houver nenhuma entrada na tabela para a combinação atual de símbolo e estado então a máquina pára.

Note que cada parte da máquina é finita; é sua quantidade de fita potencialmente ilimitada que dá uma quantidade ilimitada de espaço de armazenamento. As máquinas de turing desenvolveram-se desde 1934. (Wikipédia)

ASENSIO

Autoria e outros dados (tags, etc)

às 23:39

Quinta-feira, 19.10.06

Condições Humanas


(clicar para ampliar)


Condições Humanas
Quino
ASENSIO

Autoria e outros dados (tags, etc)

às 23:17

Quinta-feira, 19.10.06

Para a CM do Porto

Caros Senhores:

Começo por dizer que não defendo os métodos de manifestação levados a cabo no Rivoli por estes dias. Até nem me choca que a gestão deste Teatro possa ser privatizada, desde que essa gestão possa ser entregue, pelo concurso e período de tempo já programados, a um grupo ligado à Cultura e que portanto saiba o que o Teatro e o Porto precisam. Digo isto até porque, apesar do Rivoli ser uma sala de espectáculos municipal, este executivo camarário, liderado pelo senhor Rui Rio, não tem, claramente, política cultural, tanto por falta de interesse como competência para criar e gerir uma política nesta área como o Porto necessita.


Mas o que não posso deixar de condenar são os métodos utilizados pela autarquia para demover os manifestantes. Tenho a certeza que o executivo tem outras opções de acção ao seu dispor, desde o diálogo com as partes interessadas até ao por em marcha procedimentos judiciais/criminais.


As pessoas têm o direito à manifestação e têm também, é óbvio, que estar cientes das consequências dos seus actos reivindicativos. Mas uma coisa são os métodos usados nos últimos dias pelo executivo, que passam pela privação de bens essenciais como água e alimentos e a sujeição a condições degradantes, e outra, bem diferente, que pode ser uma acção criminal.


Com os melhores cumprimentos:

ASENSIO

Autoria e outros dados (tags, etc)

às 04:32

Quarta-feira, 18.10.06

O CDS-PP

Pela boca do seu líder parlamentar, o deputado Nuno Melo, quer fazer dos portuguses parvos:

«O CDS-PP anunciou hoje que vai propor a alteração da pergunta que o PS quer colocar aos portugueses no referendo sobre o aborto, substituindo os termos "despenalização" e "Interrupção Voluntária da Gravidez" por "liberalização" e "aborto".
"Concorda com a liberalização do aborto, se realizado, por opção da mulher, nas primeiras dez semanas, em estabelecimento de saúde legalmente autorizado?", é a pergunta sugerida pelo CDS-PP, [...]


"O referendo tem de ter por base uma pergunta que deve ser clara e inteligível e traduzir na perfeição aquele que é o projecto de lei que lhe está na base", justificou o líder parlamentar do CDS-PP, Nuno Melo.»

A seguir vão propor substituir "liberalização" por "obrigação" e "Interrupção Voluntária da Gravidez" por "genocídio de bebés". Sejam sérios.

ASENSIO

Autoria e outros dados (tags, etc)

às 19:47

Pág. 1/3



Creative Commons License


Pesquisar

Pesquisar no Blog  


calendário

Outubro 2006

D S T Q Q S S
1234567
891011121314
15161718192021
22232425262728
293031