Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]

O Bico de Gás



Domingo, 30.12.07

O despudor

«O PSD congratulou-se com a escolha de Faria de Oliveira para presidente da Caixa Geral de Depósitos (CGD), reclamando ter travado a escolha para o cargo de "uma pessoa" do partido do Governo, o PS.»

A falta de vergonha com que esta rapaziada partilha entre si direcções, cozinha tachos e come despudoradamente à custa dos outros. Ora uma vez és tu, ora da próxima sou eu. No mínimo, o PSD devia era estar calado,
congratular-se por ter afastado do cargo alguém da taberna do governo apenas chama a atenção para o facto de ter conseguido, na direcção da CGD, uma malga para um poodle de criação social democrata. E isto, de ser de um partido ou outro, vale zero em escalas de competências. A novela do BCP acaba (acabou mesmo?) entre os amigalhaços dividindo os sobejos.
ASENSIO

Autoria e outros dados (tags, etc)

às 02:32

Quinta-feira, 27.12.07

Tudo pela Democracia

Será muito fácil imputar as culpas do assassinato de Benazir Bhutto a qualquer grupo extremista/terrorista. O responsável dessa forma será sempre algo/alguém volátil, de cérebro inalcançável, aliás multi-céfalo, deslizante, aeriforme.

Exigir-se-ia, neste caso particular, uma investigação séria, sem os costumeiros pré-culpados que nunca, ou quase nunca, acabam presos. Não quero soar peremptório, mas desconfio mais das
anti-democráticas e altíssimas esferas do poder paquistanês do que dos extremistas de largo costado.

Em todo o caso: Democracia para o Paquistão!

ASENSIO

Autoria e outros dados (tags, etc)

às 22:07

Quarta-feira, 26.12.07

Meu caro Baptista Bastos

O fundamentalismo da nova Lei do Tabaco traz-me à ideia uma imagem escarninha que ilustra a desproporção da dita lei:

I demand the Cone of Smoke!
(ou o novo uso para o Cone of Silence)


(imagem: Get Smart,1965)

ASENSIO

Autoria e outros dados (tags, etc)

às 15:54

Quarta-feira, 26.12.07

Fantasmas do Regime

A meu ver há algo que necessita de ser explicado à sociedade e que é a existência e o papel politico-empresarial de certos espectros duvidosos e eminências pardas do regime como Armando Vara, Fernando Gomes, António Mexia, José Lello, Pina Moura, e até António Borges. Beberrões acomodados à causa da plebe e que depois, entronados no privado, movem os cordéis da Res Publica ou se tornam marionetas da regência.
ASENSIO

Autoria e outros dados (tags, etc)

às 15:27

Quarta-feira, 26.12.07

Momento "CARAS"

«Sarkozy e Carla Bruni estão de férias no Egipto. Segundo o jornal El País, o casal chegou esta quarta-feira num jacto privado, emprestado pelo milionário francês Vincent Bolloré.»

Emprestado? O contribuinte francês que se prepare, é que já
não é o primeiro empréstimo de Bolloré...
ASENSIO

Autoria e outros dados (tags, etc)

às 15:04

Terça-feira, 25.12.07

25 Dezembro 2007

Hoje, mais do que celebrar a fábula do menino, filho de uma virgem, prefiro recordar que passam 30 anos sobre a morte de um dos maiores artistas do século XX. Em jeito de homenagem, aqui fica uma das melhores cenas de cinema alguma vez feita:


The Gold Rush (1925)
Charlie Chaplin (16/4/1889 - 25/12/1977)

ASENSIO

Autoria e outros dados (tags, etc)

às 19:28

Sábado, 22.12.07

Entregar tudo à bicharada

«Se houvesse eleições hoje, diga três razões para os portugueses votarem em si.
Primeiro: ter um PM que acredita que Portugal pode, nesta geração, ter um crescimento que duplique ou triplique o actual; segundo, a aposta radical que eu faço de, em meia dúzia de meses, desmantelar de vez o enorme peso que o Estado tem na sociedade portuguesa e que oprime as pessoas. Finalmente, a ideia de que todas as reformas que têm de ser feitas o podem ser em seis meses. É possivel pôr os portugueses a escolherem a escola dos filhos sem perderem os apoios do Estado em seis meses, a escolher o hospital e a terem o mesmo financiamento, a descentralizar competências nas autarquias locais, a privatizar os sectores da economia que referi, a avançar com a reforma da administração publica. É preciso dizer aos portugueses que a sua vida pode mudar já.» - Luís Filipe Menezes ao Expresso.

Pela primeira vez vejo algo que o dr. de Gaia poderá ter competência para fazer: entregar tudo à canalha amigalhaça que o rodeia. Pegar no pouco que ainda esteja na alçada do Estado e distribuir pelo
grupelho que olha para nós como carneirada. Alimentar os seus abutres anafados, mas ainda famintos de fazer negociatas da acção social, educação e saúde dos outros.

Reparem que, nos últimos 30 anos, vários governos se bateram por esse mesmo desígnio, sem nunca o conseguir realizar em 6 meses. Apesar disso acredito em Menezes, vejo-lhe coragem descarada e esperteza interesseira para, além de desmantelar, ainda desmembrar, desconjuntar, escangalhar, trinchar, enfim... dar cabo, em 6 meses, daquilo que para muitos levou mais de 40 anos a conseguir. Diga lá então aos portugueses que a vida pode mudar já sim, mas diga também com sinceridade, se conseguir, o que os espera nesse novo rumo consigo como PM.

ASENSIO

Autoria e outros dados (tags, etc)

às 22:33

Sexta-feira, 21.12.07

Discordo em absoluto

«Sócrates e Barroso saúdam alargamento Schengen como "culminar" da queda do Muro de Berlim»

A queda do "muro de Berlim" será completa quando os antigos estados comunistas, aliados da União Soviética, agora na UE a 27, conseguirem manter um equilíbrio político e cultural com a Rússia, e vice-versa. Neste momento estes Estados mantêm uma relação de desconfiança com o antigo aliado, veja-se a quantidade destes países que aderiram à NATO no pós-URSS ou a aproximação da Polónia e República Checa aos Estados Unidos, por exemplo. O binómio Rússia e antigos estados do bloco comunista funciona mais na base de um quase confronto político mútuo. Quando esta relação normalizar, o "muro" estará esquecido, e aí sim, culminará a sua queda.

Ou muito me engano ou por muito que estes sobas provincianos, temporariamente encarregados de instituições internacionais, se iludam com a ideia de que fazem história, não passarão de espaços em branco nos livros de história futuros.
ASENSIO

Autoria e outros dados (tags, etc)

às 02:34

Quinta-feira, 20.12.07

Post natalício

My Own Personal Jesus


John Turturro como Jesus Quintana
The Big Lebowski, 1998
ASENSIO

Autoria e outros dados (tags, etc)

às 20:08

Quarta-feira, 19.12.07

E o Tratado ainda não entrou em vigor...

«Os juízes do Tribunal de Justiça Europeu consideraram legítimo que uma empresa letã, a operar na Suécia, aplicasse as regras salariais e sociais da Letónia, dado não existir salário mínimo na Suécia e porque o "direito à prestação de serviços não pode ser posto em causa". Na altura, os sindicatos suecos embargaram a construção de uma escola a cargo da empresa Laval, que pagava precariamente aos seus trabalhadores letões. O Tribunal Europeu condenou a acção dos sindicatos.»

Este parece ser o futuro entendimento jurídico sobre relações laborais para a União Europeia: aplicar os direitos e garantias dos trabalhadores em função do seu país de origem, independentemente do local onde trabalhem. Para quem tinha dúvidas do curso neo-liberal da Europa, aqui tem uma prova concreta. Parece que a
Juventude Popular não precisará de grandes birras para acalmar as suas preocupações.
ASENSIO

Autoria e outros dados (tags, etc)

às 19:13

Quarta-feira, 19.12.07

Crooks

«At least four top White House lawyers took part in discussions with the Central Intelligence Agency between 2003 and 2005 about whether to destroy videotapes showing the secret interrogations of two operatives from Al Qaeda, according to current and former administration and intelligence officials.»

Desde os tempos de Nixon que não se avistava tamanho bando de quadrilheiros em funções na Casa Branca. A descontracção e impunidade com que se movem nos labirintos do poder é surpreendente.


Recorde-se que
Alberto Gonzales já era conhecido por outras diabruras...
ASENSIO

Autoria e outros dados (tags, etc)

às 17:54

Terça-feira, 18.12.07

A noite do Porto e os assaltos gasolineiros

Parece que os únicos verdadeiramente preocupados com as notícias de violência e insegurança que têm surgido são os próprios jornalistas, os criadores de uma "onda de insegurança". Todos os entrevistados por estes salientam a baixa criminalidade do país e o facto de sermos um dos países mais seguros da Europa. Mesmo quando confrontados com a falta de meios e efectivos nas polícias e as demoras nos tribunais todos se mostram confiantes no sistema de justiça. E, no entanto, nos média parece que vivemos num clima de medo, rodeados de gangs, num estado anarco-criminoso.
ASENSIO

Autoria e outros dados (tags, etc)

às 21:47

Domingo, 16.12.07

Por uma Assembleia Constituinte

O processo constituinte, para ser verdadeiramente democrático e mobilizador, teria de ser capaz de envolver os cidadãos e as cidadãs europeias desde o início. Teria de romper com a prática dos últimos cinquenta anos de construção europeia. Em alternativa à negociação de tratados nas costas dos povos europeus e à sua ratificação em parlamentos nacionais, e mesmo bem mais democrático do que a realização de referendos, os governos nacionais deveriam convocar eleições para uma Assembleia Constituinte.

Esta Assembleia Constituinte teria um mandato explícito para a realização de uma Constituição Europeia. O texto saído desta Assembleia seria depois referendado em todos os países europeus na mesma data. Os países que o aprovassem aderiam à nova Europa prevista na Constituição. Os países que não o aprovassem constituiriam um núcleo associado a esta nova Europa.

A exigência da convocação de uma Assembleia Constituinte é uma exigência política concreta que, associada a um programa político alternativo ao neoliberalismo que governa a Europa, poderá ser a força mobilizadora dos povos europeus para a defesa de uma nova Europa.

Por uma Europa federal e democrática
Por
Pedro Nuno Santos
Le Monde Diplomatique
ASENSIO

Autoria e outros dados (tags, etc)

às 16:56

Domingo, 16.12.07

Inacreditável

«Estas operações [feitas pela PJ do Porto esta madrugada] foram programadas para o fim-de-semana e só não se realizaram mais cedo porque a assinatura do Tratado de Lisboa mobilizou importantes efectivos policiais. “A polícia não tem o dom da ubiquidade e portanto houve que conjugar as responsabilidades daquela cimeira da União Europeia com a resposta adequada à onda de violência que tem abalado a noite do Porto”, disse ao PÚBLICO fonte ligada às investigações.»

Nem tenho comentários a fazer, às vezes conseguem deixar-me sem palavras...

ASENSIO

Autoria e outros dados (tags, etc)

às 16:23

Sábado, 15.12.07

Desconcertante

«O Presidente da República, Aníbal Cavaco Silva, afirmou este sábado que em democracia, os agentes políticos «têm que estar preparados para ouvir a voz do povo», numa referência ao diálogo do governo com os professores, refere a Lusa.»

A coerência do Presidente da República é, no mínimo, desconcertante. Senão atente-se às suas declarações, ontem, sobre os agentes políticos ouvirem o povo:


«"Os portugueses sabem qual é a minha posição pessoal. Na campanha eleitoral (para as eleições presidenciais) disse o que, em princípio, faria", afirmou Cavaco Silva[...] Naquela campanha eleitoral, o agora Presidente da República manifestou-se publicamente contra a realização de um referendo para ratificar o novo tratado europeu.»

Já sei que apregoarão as diferenças entre os aspectos referentes à educação e os relativos ao novo tratado europeu, são diferentes com certeza. Mas, por cada argumento que levantem tentando justificar as posições contrárias do PR, eu consigo facilmente apresentar um outro que exponha as razões da minha discordância.

ASENSIO

Autoria e outros dados (tags, etc)

às 16:53

Pág. 1/3



Creative Commons License


Pesquisar

Pesquisar no Blog  


calendário

Dezembro 2007

D S T Q Q S S
1
2345678
9101112131415
16171819202122
23242526272829
3031