Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]

O Bico de Gás



Quarta-feira, 12.02.14

O monstro e os loucos

Numa terra do fim do mundo vive uma aldeia que tem um monstro. O monstro, em troca de lugar para viver e um pouco de sangue para poções, exige como alimento o sacrifício da população dessa aldeia.


Volta e meia o monstro adoece e os aldeãos perguntam-se se poderão viver sem o monstro. Sem saber o que fazer consultam os seus feiticeiros em busca de resposta. Esses feiticeiros com as suas mezinhas de sangue de monstro e outros artifícios procuram a resposta.

 

Invariavelmente, a resposta é a mesma: a cura para o monstro é ainda mais sacrifícios de aldeãos até que aquele recupere e já não precise dos sacrifícios extra. Então sim, os aldeões poderão viver sem problemas, dizem. E os aldeãos assim fazem. Renunciam à vida ainda mais para que aquele que os aprisiona se torne são e logo peça menos sacrifícios.


Agora tentem convencer-me de que os aldeãos, e ainda mais os feiticeiros, não são loucos por tentarem salvar o monstro em vez de o abaterem imediatamente.

ASENSIO

Autoria e outros dados (tags, etc)

às 21:15


Creative Commons License


Pesquisar

Pesquisar no Blog  


calendário

Fevereiro 2014

D S T Q Q S S
1
2345678
9101112131415
16171819202122
232425262728