Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

O Bico de Gás



Quarta-feira, 08.08.07

Direito à greve, de novo e sempre...

«Na Alemanha, foi proibida a greve dos maquinistas que ameaçava parar comboios de passageiros e de mercadorias. O sindicato, que reclama aumentos salariais de 31 por cento, vai recorrer da decisão do Tribunal do Trabalho para prosseguir com a luta.[...]
O tribunal fundamentou a sua decisão no facto da economia alemã estar muito dependente deste meio de transporte. A greve ferroviária traria prejuízos ao transporte de mercadorias, além de afectar o transporte de passageiros em pleno período de férias.»


O Tribunal alemão do Trabalho prefere esquecer o que são os (ainda) direitos laborais em nome do óbvio prejuízo que uma greve traz (que lógica faria uma greve que não os trouxesse?) e do transtorno causado às pessoas em férias (se não estivessem em férias o transtorno seria menor?).

Outros países procuram definir "serviços mínimos" que, podendo realmente ser necessários nuns sectores, como na saúde, noutros são muito discutíveis. Claramente, o novo rumo das relações de trabalho passam pelo fim destas formas de luta,
hélas.
ASENSIO

Autoria e outros dados (tags, etc)

às 22:00


Comentar:

CorretorEmoji

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog tem comentários moderados.

Este blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.



Pesquisar

Pesquisar no Blog  


calendário

Agosto 2007

D S T Q Q S S
1234
567891011
12131415161718
19202122232425
262728293031