Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

O Bico de Gás



Sexta-feira, 01.02.08

O mundo ao contrário

«"A distribuição das linhas de alta tensão é injusta uma vez que ninguém está à espera de ver as linhas passarem por cima da Quinta da Marinha em Cascais mas podem passar por freguesias como Celeiro e Fanhões", declarou Louçã na passada quinta-feira.»

A resposta da REN é:
«"Esta é uma acusação grave, uma vez que insinua que a actividade da empresa pode pôr em causa a segurança dos cidadãos"»

Não, a REN engana-se. A afirmação de Louçã é grave porque admite a existência de portugueses de primeira e de segunda. E é tão mais grave por ser verdadeira. Mesmo que a actividade da empresa não ponha em causa a segurança dos cidadãos, a REN não se atreveria nunca a tomar decisões que desagradassem aos habitantes de certas zonas "nobres", nunca se daria ao luxo de entrar em confronto com esses cidadãos da forma que foram confrontados até agora.

De qualquer forma, a REN é uma empresa pouco preocupada com o cidadão comum, prefere sempre defender a sua honra bolsista para aliviar as preocupações dos seus accionistas.

ASENSIO

Autoria e outros dados (tags, etc)

às 22:01



Creative Commons License


Pesquisar

Pesquisar no Blog  


calendário

Fevereiro 2008

D S T Q Q S S
12
3456789
10111213141516
17181920212223
242526272829