Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]

O Bico de Gás



Terça-feira, 14.12.04

Paulo Bobone

Há cerca de cinco meses o PP, como Partido com assento parlamentar, foi em audiência ao palácio de Belém para ser ouvido por Jorge Sampaio, que ainda não tinha tomado a decisão de oferecer à maioria, a continuidade no poder, agora com PSL à frente.

Nessa altura os jornalistas, confrontando-o com a possibilidade do PR avançar para eleições antecipadas, perguntaram-lhe se iria desacatar a decisão de Jorge Sampaio. Todos ouvimos Paulo Portas declarar, aos jornalistas, que como presidente de um partido conservador nunca criticaria ou desrespeitaria as decisões tomadas pelo Presidente da República, fossem elas quais fossem.

Vemo-lo agora afirmar que «Sei exactamente o que é que vou fazer mas também aqui quero marcar a diferença: primeiro vou ouvir o Presidente da República e no minuto seguinte digo-lhe o que é que o CDS quer e como é que vai». Este “marcar a diferença” foi uma farpa a Sampaio, por este ter publicamente dito que iria dissolver a Assembleia antes de ouvir o Concelho de Estado? Mas então como é? É presidente de um partido conservador e atreve-se a dar “chá” ao Presidente da República? Paulo Portas agora é Paula Bobone?

Já agora e por recorrer ao jornal “A Capital”, na edição de hoje há um inquérito sobre se PSL será um bom Primeiro-Ministro. Vejam os resultados.
ASENSIO

Autoria e outros dados (tags, etc)

às 22:44

Terça-feira, 14.12.04

É tempo de acabar com os abusadores. Todos eles.

"[...]In the meantime, while we reflect on what went wrong, I would like to pass on to you an essay that a friend who works with abuse victims sent to me. It was written by a woman who has spent years working as an advocate for victims of domestic abuse and she sees many parallels between her work and the reaction of many Democrats to last month’s election. Her name is Mel Giles and here is what she had to say…

«Watch Dan Rather apologize for not getting his facts straight, humiliated before the eyes of America, voluntarily undermining his credibility and career of over thirty years. Observe Donna Brazille squirm as she is ridiculed by Bay Buchanan, and pronounced irrelevant and nearly non-existent. Listen as Donna and Nancy Pelosi and Senator Charles Schumer take to the airwaves saying that they have to go back to the drawing board and learn from their mistakes and try to be better, more likable, more appealing, have a stronger message, speak to morality. Watch them awkwardly quote the bible, trying to speak the ‘new’ language of America. Surf the blogs, and read the comments of dismayed, discombobulated, confused individuals trying to figure out what they did wrong. Hear the cacophony of voices, crying out, "Why did they beat me?"

And then ask anyone who has ever worked in a domestic violence shelter if they have heard this before.

They will tell you: Every single day.

The answer is quite simple. They beat us because they are abusers. We can call it hate. We can call it fear. We can say it is unfair. But we are looped into the cycle of violence, and we need to start calling the dominating side what they are: abusive. And we need to recognize that we are the victims of verbal, mental, and even, in the case of Iraq, physical violence.[...]»
[...]"

em It's Time to Stop Being Hit...a letter from Michael Moore
ASENSIO

Autoria e outros dados (tags, etc)

às 03:47

Terça-feira, 14.12.04

Governo De Gestão – Serviços Mínimos

Ora então Santana, demitindo-se, prefere que o executivo entre na situação de Governo de Gestão. Mas esta decisão pode ter dois motivos:

1 - Este tipo de governo é que deve ser do agrado de PSL, que não é conhecido pelas suas capacidades de trabalho. A célebre soneca ainda está na memória de todos. E o Governo de Gestão permite fazer apenas os serviços mínimos.

2 - O Governo necessitava, há muito, não é de agora, de fazer a gestão do manancial de tolices, se queria durar a Legislatura completa, pois já não podia ter muitas mais em stock (ou será que teria?). A frequência de disparates era muito elevada para que o Governo aguentasse até ao fim.

Tendo isto em conta, a demissão até foi compreensível, só peca por tardia, uma vez que até Dias Loureiro aconselhou PSL a descansar...
ASENSIO

Autoria e outros dados (tags, etc)

às 02:29


Pesquisar

Pesquisar no Blog  


calendário

Dezembro 2004

D S T Q Q S S
1234
567891011
12131415161718
19202122232425
262728293031