Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]

O Bico de Gás



Quarta-feira, 15.12.04

As palavras dos outros

No Bloguítica, de Paulo Gorjão, [post2349]:

«Uma campanha eleitoral é, por natureza, um jogo de soma nula e não há maneira de o ultrapassar. Se alguém conquista um voto, tal significa que alguém perdeu um voto. Muito simples.
Inevitavelmente, o objectivo de uma campanha eleitoral consiste em obter o maior número de votos possível e tal faz-se em detrimento de terceiros. Logo, como facilmente se percebe, o pacto de não agressão entre o PSD e o PP foi feito para ser quebrado. Será apenas uma questão de tempo. Há aqui a exigência de um grau de disciplina que todos sabemos que uma das partes não consegue manter.
Alguém acredita num pacto que vai contra a própria lógica de uma campanha eleitoral?Alguém acredita num pacto que não tem mecanismos de penalização em caso de violação?»


No Blogue de Esquerda:

«Por outro lado, vai ser entretém hilariante observar as contorções que um PP ameaçado de morte vai ter de fazer para sobreviver sem pisar os calos ao PSD. Aliás, o espectáculo cómico já começou ontem, com um dos apaniguados de Portas – Pires de Lima - a garantir, na SIC Notícias, que grande parte do eleitorado que o PP se prepara para seduzir costuma votar à esquerda e até à extrema-esquerda. Julgam portanto eles que basta ciciar umas promessas aos reformados e urrar umas acusações aos "interesses económicos" para convencer alguém de que esta nova pele de cordeiro não é apenas um disfarce mal enjorcado e pronto a ir para o lixo à primeira oportunidade...»


Será que o PP acredita mesmo que rouba votos à esquerda mascarando-se de salvador dos desafortunados? Apesar de a estratégia eleitoral ser, sem dúvida, a de se passarem por cordeiros, e subestimando as capacidades populistas do “Paulinho das Feiras”, acredito mais que as comadres, PSD e PP, se vão pegar.
ASENSIO

Autoria e outros dados (tags, etc)

às 22:44

Quarta-feira, 15.12.04

Vigilâncias

Paulo Portas estendeu a Pedro Santana Lopes o convite para, no dia seguinte ao anúncio da não-coligação, irem à inauguração do Sistema de Vigilância da costa portuguesa (VTS). Este é mais um preciosismo de Paulo Portas, depois dos submarinos... VTS para quê, quando Portugal precisa é de um sistema de vigilância para manter estes dois meliantes, PP e PSL, fora dos cargos públicos...
ASENSIO

Autoria e outros dados (tags, etc)

às 15:34

Quarta-feira, 15.12.04

Passando para o outro lado do espelho…

O acordo PSD-PP goza da propriedade comutativa? Se a probabilidade de 0,0000001% se concretizar e o País das Maravilhas escolher o PP-Paulo Portas para Governo, este também vai chamar PSL para amparar o executivo?
ASENSIO

Autoria e outros dados (tags, etc)

às 13:59


Pesquisar

Pesquisar no Blog  


calendário

Dezembro 2004

D S T Q Q S S
1234
567891011
12131415161718
19202122232425
262728293031