Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]

O Bico de Gás



Terça-feira, 21.12.04

O GUNA – Ensaio (pouco) Científico

O GUNA é uma nova espécie que aparece no final do século XX e que por ora tem vindo a tomar conta da juventude Portuguesa. O GUNA aparece de uma mutação do estilo MACHO LATINO mas apresenta características dos anos ‘90 (o estilo Limp Bizkit é marcado pelo uso do boné, por exemplo).

O GUNA caracteriza-se pela sua aparência sui generis. O verdadeiro GUNA não dispensa a T-shirt e a calça de ganga justa, com manchas de lavagem e dobra para fora na zona da bainha, esta dobra destina-se à apresentação das enormes sapatilhas utilizadas, evidentemente, sem meias. O uso de todo e qualquer tipo de elemento decorativo é obrigatório pelo que o(s) brinco(s) na(s) orelha(s) e a(s) corrente(s) ao pescoço são muito apreciados por esta espécie, sendo a cruz de Cristo um dos elementos mais vistos nestes indivíduos. Uma das poucas características que muda de indivíduo para indivíduo é a forma do cabelo (já a cor é sempre igual – é uma cor indefinida pelo uso excessivo de gel), a forma varia desde o cabelo comprido com rabo-de-cavalo ao rapado com uma pala amarela oxigenada na dianteira da cabeça passando por uma misturas destas duas características – comprido com rabo-de-cavalo mas rapado por cima das orelhas e na nuca.

Chegados a este ponto passamos ao mais marcante dos paradoxos do GUNA - o uso simultâneo, seja Inverno ou Verão, do boné e do blusão de penas (com ou sem mangas). O boné é utilizado por várias outras espécies (inclusive a humana) para proteger os olhos e rosto dos raios solares nocivos a que podem estar sujeitos durante o Verão. O blusão de penas também é utilizado por outras espécies desta feita no Inverno por ser óptimo para manter a temperatura corporal e ser impermeável à chuva. De notar que o uso do boné em Fevereiro/Março, apesar do sol que aparece por esta altura, não se justifica. Da mesma forma para as chuvas de Verão basta uma gabardina fina não sendo necessária a utilização do blusão de penas. O que leva o GUNA a usar estas duas peças de vestuário em simultâneo ainda é um mistério para a comunidade científica, mas eu desenvolvi recentemente a teoria que defende que o boné serve para a protecção da pala oxigenada, sendo assim também justificado o uso do boné em que a pala não assenta na testa ficando levantada logo por cima da pala capilar. Na mesma teoria defendo que o uso do blusão de penas serve para manter o odor natural a suor característico do GUNA.

Estas são as características que vos permite distinguir o GUNA, agora passemos ao objectivo deste relatório - as medidas concretas:

Como sabeis de quando em vez o aumento da população das focas dá ao governo canadiano a justificação para abrir uma época de caça à foca (caça essa que é feita à paulada) para repor a população das focas nos limites aceitáveis para o governo do Canadá. Do mesmo modo e tendo em conta o número crescente da população GUNA, defendo o abate desta espécie dum modo em tudo idêntico ao da caça à foca (à pancada) para mantermos os números da espécie dentro dos limites aceitáveis - 0,0%.

Podem achar esta medida deveras drástica, mas acreditem que, como vocês, eu também acho que a foca deveria ser mais protegida...
ASENSIO

Autoria e outros dados (tags, etc)

às 23:58


Pesquisar

Pesquisar no Blog  


calendário

Dezembro 2004

D S T Q Q S S
1234
567891011
12131415161718
19202122232425
262728293031