Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]

O Bico de Gás



Domingo, 23.01.05

O que diz o "Blasfémias"

CAA com um belo post no "Blasfémias", obrigado desde já:

«Não se pode encher a boca com a "família tradicional e normal" e ser-se precisamente o contrário.Não é leal apregoar os valores da tradição católica mais ortodoxa e viver a vida numa mentira.Não é lícito ter um discurso público moralista que acusa e julga impiedosamente os outros, não seguir privadamente a sua própria doutrina e presumir-se acima de qualquer veredicto.»
ASENSIO

Autoria e outros dados (tags, etc)

às 23:42

Domingo, 23.01.05

Mui leal e invicta

O Porto é uma grande cidade. É! Mas não por mérito próprio. É uma grande cidade apenas porque é a segunda maior do país e isso não é mérito, é unidade de grandeza. Aliás no Porto tem-se muito a teima de ser grande, é a mania da grandeza. Mas ser grande não é tudo.

Todos ouvimos as declarações de Nuno Cardoso, Ex-Autarca do Burgo. Foram despropositadas, sem qualquer tipo de justificação, insultuosas e às quais não podemos dar mais atenção do que o tempo necessário para as lamentar. Não conheço o tipo de reputação que Nuno Cardoso tinha da sua aventura de reconquista da autarquia, mas este tipo de discurso não o pode favorecer nas próximas eleições à Câmara Municipal.

Pessoas com pouco ou nenhum nível, com pouco de honroso ou respeitável, sem qualquer tipo de competência, muito preocupados com o próprio interesse, muitas vezes mesquinho, enfim, caciques (palavra tão do agrado lá para as bandas abruptas) repletos de ambição, ávidos de poder, parece que é o que o Porto mais tem para oferecer. Além de Cardoso, temos Rui Rio, Pinto da Costa, Pôncio Monteiro, etc. O engraçado é que alargando só uns poucos quilómetros, podemos encontrar muitos mais, desde Luís Filipe Menezes a Narciso Miranda, Manuel Seabra, o clã de Valentim Loureiro entre muitos outros.

A cidade, posso dizer mesmo a região, sofre de um mal viscoso que parece não despegar destas personagens. É o bairrismo bacoco, pacóvio, ridículo, simplório, grotesco, risível. É por isto que a cidade do Porto não se destaca no país, não mostra iniciativas louváveis pelo país inteiro, não fomenta desenvolvimento, não promove actividades de nível nacional.

Com as devidas diferenças e olhando para Barcelona. Nunca esta cidade catalã se acomodou a ser uma cidade periférica, secundária em relação a Madrid. É uma cidade que mostra de ano para ano uma evolução evidente.

Não haverá pessoas competentes com ideias de desenvolvimento viáveis para a região? A mui leal e nobre cidade invicta é também a eterna bairrista, e custa-me dizer isto porque esta é a minha região.
ASENSIO

Autoria e outros dados (tags, etc)

às 23:23

Domingo, 23.01.05

Já vi este filme


The [Portuguese] Truth About Cats And Dogs
ASENSIO

Autoria e outros dados (tags, etc)

às 22:37


Pesquisar

Pesquisar no Blog  


calendário

Janeiro 2005

D S T Q Q S S
1
2345678
9101112131415
16171819202122
23242526272829
3031