Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]

O Bico de Gás



Sexta-feira, 01.04.05

Num dia em que se esperou unicamente a morte

Pan Gu e a Criação
(Mito originário da China)

Terra e Céu eram ainda um e tudo era Caos. O Universo era como um grande ovo negro que apenas continha Pan Gu dentro de si. Passados dezoito mil anos, Pan Gu acordou do seu sono divino. Sentindo-se a sufocar, pegou num machado e quebrou o ovo. A parte leve e lisa do ovo ergueu-se e deu forma aos céus, a parte turva e pesada ficou em baixo e fez-se terra. Pan Gu ficou no meio, tocando o céu com a cabeça e a terra com os pés. Céu e terra expandiam-se rapidamente e Pan Gu acompanhava-os e crescia com eles. Passados outros dezoito mil anos, o céu estava mais alto, a terra, mais espessa e Pan Gu, medindo nove milhões de li, garantia que as metades do ovo não voltariam a tocar-se.

Quando Pan Gu morreu, nasceram da sua respiração o vento e as nuvens. A sua voz fez-se relâmpago, os olhos tornaram-se sol e lua, o seu corpo deu lugar a cinco grandes montanhas e é do seu sangue que hoje correm as águas. Dos seus pêlos vêm as estrelas, dos seus músculos o solo fértil e do seu suor as chuvas. O homem nasceu dos seus piolhos e das suas pulgas.

ASENSIO

Autoria e outros dados (tags, etc)

às 23:32


Pesquisar

Pesquisar no Blog  


calendário

Abril 2005

D S T Q Q S S
12
3456789
10111213141516
17181920212223
24252627282930