Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]

O Bico de Gás



Sexta-feira, 13.05.05

Cansativo este Portugal

Tenho estado, como sempre, atento às notícias, a todas elas. Mas nos últimos dias temos vindo a ser bombardeados pelas investigações a variadíssimos despachos assinados por ministros do anterior executivo, ministros do CDS-PP.

No dia em que se soube da dissolução da Assembleia da República e o Governo passou a Governo de Gestão, foi o primeiro dia de avisos ao executivo para não tentar desbloquear processos que ultrapassassem a sua competência. A verdade é que todos assistimos a adjudicações, concessões, despachos assinados com uma urgência muito discutível. Podemos pensar que são situações propositadas para minar o campo ao Governo que se segue ou para acelerar, auxiliar, amparar aquele negócio do compadre que sempre nos guardou o lugar lá na empresa, para quando os dias forem de tormenta.

Pois bem, nada disso é novo... Uma coisa é, no entanto, novidade, o à vontade com que tudo foi feito. Todos ouvimos, e quase todos os dias, falar em algum desses atropelos, na televisão, nos jornais etc. Foi tudo feito às claras. O que me leva a pensar que muitos destes senhores perderam a vergonha e realmente se mostraram, com ajuda de alguns “projectos estruturantes”. Classificar um plano de um “amigalhaço” ou de um “patrocinador” de estruturante só por ser de quem é, sem ter em conta o verdadeiro impacto e beneficio para a sociedade até podia não ser crime, mas escandaloso é de certeza.

Não quero com isto condenar ninguém, nem dizer que as concessões, feitas no período que mediou as eleições, são todas ilegítimas e todos culpados, nada disso. Mas muitas situações, podendo até não ser ilegais, são sem dúvida pouco éticas, imorais e em nada vêm ao encontro das necessidades da população portuguesa.

Bem, mas mau mesmo é, se depois de tanto tempo a passar nos jornais televisivos, de tanta tinta fazerem correr na imprensa escrita, este caso der em águas do fiel-amigo...
ASENSIO

P.S.- Santana Lopes é que não podia deixar de aparecer, desta vez a limpar a água do capote...

Autoria e outros dados (tags, etc)

às 11:32

Sexta-feira, 13.05.05

Pessoas que não existem III

Padre Domingos Oliveira, paróquia de Lordelo do Ouro.

«"Fazer um aborto é mais grave do que matar uma criança"
[...]"Só que em relação ao aborto é ainda mais grave porque é matar um ser humano que não se pode defender. Já uma criança de cinco anos pode queixar-se, chorar e mostrar as marcas no corpo"»


Mais umas declarações para juntar ao livro das imbecilidades. Senhor Padre, já experimentou pensar antes de falar?
ASENSIO

Autoria e outros dados (tags, etc)

às 10:59


Pesquisar

Pesquisar no Blog  


calendário

Maio 2005

D S T Q Q S S
1234567
891011121314
15161718192021
22232425262728
293031