Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]

O Bico de Gás



Quinta-feira, 30.06.05

Não posso acabar o dia...

Sem referir Emídio Guerreiro (1899-2005).

«Tinha 105 anos. Ao longo de uma vida que passou por três séculos, lutou pelos Republicanos em Espanha, pela Resistência francesa na Segunda Guerra Mundial e combateu a ditadura em Portugal. Foi uma das figuras chave na fundação do PPD.»

Foi, sem dúvida, um homem com uma convicção inabalável na liberdade, contra as tiranias. Uma das maiores crenças que um homem pode ter.
ASENSIO

P.S.- Vão morrendo e nós vamos ficando limitados à mediocridade vigente.

Autoria e outros dados (tags, etc)

às 15:58

Quinta-feira, 30.06.05

Água

O problema principal está na falta de educação para a poupança. Na península a água será um bem ainda mais escasso num futuro próximo, seria prudente alertar para a poupança enquanto se estudam formas alternativas de aceder a este bem.

«Sem a Convenção de Albufeira, assinada em 1998 por Espanha e Portugal sobre os rios partilhados, não teria sido possível negociar agora caudais mínimos em situação de seca, mas os mecanismos diplomáticos e técnicos têm de ser aperfeiçoados. Esta foi a opinião expressa por especialistas em recursos hídricos, no decorrer de um debate que ontem teve lugar no Laboratório Nacional de Engenharia Civil , em Lisboa.»

No mesmo sentido, a pequena parcela de energia conseguida pelas barragens também se vê afectada pela baixa cota de água nas albufeiras, obrigando assim a uma maior importação de energias petrolíferas. Quando mais deveríamos estar a retirar energia hídrica, vemo-nos a braços com uma grave seca.

Portugal tem desde já dois desafios para o futuro que não estão a ser levados em conta, a independência energética e a manutenção dos seus recursos hídricos. Por mais ambiciosos que sejam estes objectivos serão absolutamente essenciais num futuro próximo.
ASENSIO

Autoria e outros dados (tags, etc)

às 15:47

Quinta-feira, 30.06.05

Afinal, o professor também se engana

«A poucos dias da discussão do Orçamento Rectificativo na Assembleia da República, o antigo primeiro-ministro Cavaco Silva enfatizou que a questão premente do país "está na economia" e não na realização do referendo sobre o aborto.»

Não querendo retirar importância à economia mas como aquilo em que eu acredito é que primeiro estão as pessoas e depois os números, aqui fica a razão pela qual o Prof. Cavaco Silva se enganou:

«O julgamento de um polémico caso de aborto será retomado hoje no Tribunal de Setúbal, a partir das 9.30 horas»

A discussão nem seria longa, já todos conhecemos as posições de cada um, bastava acordar numa data, envia a proposta ao Senhor Presidente da República, e deixar os eleitores escolher.

O professor Cavaco não está a ver que esta é uma “bota” que ainda lhe vai cair no colo? Uma maioria de esquerda a querer fazer um referendo e o futuro(?) Presidente a agir como força de bloqueio.
ASENSIO

Autoria e outros dados (tags, etc)

às 15:33


Pesquisar

Pesquisar no Blog  


calendário

Junho 2005

D S T Q Q S S
1234
567891011
12131415161718
19202122232425
2627282930