Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]

O Bico de Gás



Segunda-feira, 11.07.05

Água mole em pedra dura...

Uma lei, que de tão injusta e antiquada que é, que nem os tribunais têm coragem de penalizar quem a desrespeita, é uma lei a suplicar para ser alterada. Já é tempo de deixar de levar mulheres pela indignidade de um processo judicial por IVG. Nem processos, nem condenações.

E a politiquice é a grande culpada da manutenção de tamanha arbitrariedade.

«O Tribunal de Setúbal absolveu as duas mulheres acusadas de crime de aborto, satisfazendo o pedido do Ministério Público e da defesa.»
ASENSIO

Autoria e outros dados (tags, etc)

às 21:25

Sábado, 09.07.05

Ai Madeira Madeira!

«Não percebo a atitude, pois Portugal é um país democrático e não tem que se agachar a um que não respeita os direitos humanos.» - diz Alberto João Jardim sobre o pedido de desculpas do MNE à China.

Portugal, não precisa de se agachar aos chineses, mas Jardim faz questão de mater Marques Mendes de cócoras. Não há, por parte do PSD Nacional, qualquer repreensão ao palavreado de Jardim ou às reacções do PSD da Madeira. Afinal, quem manda em quem?
ASENSIO

Autoria e outros dados (tags, etc)

às 21:10

Sexta-feira, 08.07.05

O paradoxo da morte de Zenão

Zenão de Eléia está a duas horas da sua própria morte. Cansado, senta-se para escrever um pouco. Depois de tanto tempo a desafiar a realidade do movimento, o simples esforço de mover o seu corpo já o fatiga. Sem dar conta, na escuridão do seu quarto, apenas iluminado por uma vela, já encheu páginas de novos paradoxos a desenvolver. Zenão está agora a uma hora da sua morte.

Pega no primeiro e naquele que mais interessante lhe parece ser. Vai desenvolvê-lo em primeiro lugar. Reduzi-lo ao absurdo, transformar a realidade em contradição. Recomeça a escrita. Já quase não necessita pensar. Recriar está-lhe no sangue. Zenão não termina o primeiro, sente-se mal, está a trinta minutos da sua morte.

Levanta-se com esforço. Algo, no seu corpo, lhe diz que não está bem. Procura, na escuridão, o catre onde dorme todas as noites. Deitado se sentirá melhor, pensa. O esforço de atravessar o seu quarto deixa-o sem forças. Cai na sua cama como que desfalecido. Sem adormecer ainda pensa que conseguirá o seu melhor paradoxo. Zenão está a quinze minutos da sua morte.

A respiração de Zenão afunda-se, alonga-se. Julgar-se-á que dorme, mas não. Zenão, apesar de estar a cinco minutos da sua morte, ainda pensa.

O seu corpo envelhecido, dorido, quer descansar. Zenão ainda não o permite mas pensa se este não terá sido, afinal, um dos seus últimos escritos. Zenão tem um minuto para viver.

Agora sim, o corpo de Zenão traiu-o, já não responde. Mas o seu cérebro ainda insiste. Poderá não escrever mas nada o impedirá de pensar. Zenão tem trinta segundos para meditar.

É o que faz. Tem agora 15 segundos... 5 segundos... 1 segundo... 0,5 segundos... 0,25 segundos... 0,125 segundos... 0,0625 segundos... 0,03125 segundos... 0,015625 segundos... 0,0078125 segundos. E pensando assim até à eternidade, Zenão julgar-se-á imortal.
ASENSIO

[Este texto, não corresponde à real morte de
Zenão. Este acabou por sucumbir às torturas que sofreu, como castigo pela conspiração, e à não denúncia de cúmplices, para assassinar o tirano local. Chegou mesmo a morder a própria língua, arrancando-a e atirando-a contra os seus carrascos. Este texto foi também publicado no Sempiterna Temptatio].

Autoria e outros dados (tags, etc)

às 22:13

Sexta-feira, 08.07.05

A nova Lei da Nacionalidade

Que tanto entusiasmo provocou, ficou a meio do caminho. O Governo poderia e deveria ter sido mais audaz na alteração desta Lei.

Apenas será concedida Nacionalidade Portuguesa a Imigrantes de “terceira geração”, ou então a de “segunda geração” se pelo menos um dos pais estiver em situação legal no país há mais de seis anos. É manifestamente pouco. Continuaremos com os problemas de integração de imigrantes de “segunda geração”. Afinal a terra ainda não vale mais que o sangue.
ASENSIO

Autoria e outros dados (tags, etc)

às 16:02

Quinta-feira, 07.07.05

London 707

We are the target

Todos nós...
ASENSIO

Autoria e outros dados (tags, etc)

às 20:13

Quinta-feira, 07.07.05

Gothic Grant / American Wood


Grant Wood
American Gothic, 1930
ASENSIO

Autoria e outros dados (tags, etc)

às 00:59

Quarta-feira, 06.07.05

“Tenho aqui um papelinho que mostra..."

O sacerdote Louçã parece ter sempre uma carta, ou gráfico, na manga sobre fugas ao fisco ( lembram-se do debate conjunto antes das eleições?).

Quando forem publicadas as declarações de impostos, Louçã será com certeza, um recordista no voyeurismo fiscal.
ASENSIO

Autoria e outros dados (tags, etc)

às 21:00

Quarta-feira, 06.07.05

Ingenuidades

Mas quem é que ainda espera que um Governo mantenha as promessas feitas em tempo de campanha eleitoral? Mas os senhores deputados são todos meninos ingénuos que não percebem nada de politica ou quê? Já nem o eleitorado engole essa...
ASENSIO

Autoria e outros dados (tags, etc)

às 20:50

Terça-feira, 05.07.05

Que fartura

Há dinheiro, há desígnios, há investimentos. Se ao menos os 400 mil desempregados ou os reformados com baixas pensões comessem projectos, promessas e possibilidades, estava garantida a sua alimentação...

«As palavras do chefe do Governo foram proferidas na sessão de apresentação do Plano de Investimentos em Infra-Estruturas Prioritárias, no Centro Cultural de Belém, em Lisboa, programa que ascende a 25,1 mil milhões de euros em investimentos públicos e privados até 2009.»

Vamos a ver até quando Portugal vive de grandes projectos.
ASENSIO

Autoria e outros dados (tags, etc)

às 20:25

Segunda-feira, 04.07.05

E a luz foi feita


Deep Impact encontra Temple1
ASENSIO

Autoria e outros dados (tags, etc)

às 16:33

Segunda-feira, 04.07.05

Hã! Hum?!

«O presidente do PSD criticou, ontem, o facto de o Governo estar mais preocupado em aparecer nos meios de comunicação social do que em trabalhar»

Como? Importa-se de repetir? A memória é curta ali à direita...
ASENSIO

Autoria e outros dados (tags, etc)

às 15:38

Segunda-feira, 04.07.05

Umas perguntas aos senhores do CDS

Sobre este tema:

Qual a nacionalidade de um jovem que nasceu em Portugal, nunca de cá saiu, fala português, mas cujos pais são imigrantes?

Qual a razão para evitar que um jovem, neste caso, não tenha nacionalidade portuguesa?

Porquê insistir no desenraizamento de certas camadas da população aumentando os nossos problemas sociais?

Porque vale mais o sangue do que a terra?
ASENSIO

Autoria e outros dados (tags, etc)

às 15:25

Segunda-feira, 04.07.05

Já não há pachorra

Palavras de Alberto João Jardim:

«Portugal já está sujeito à concorrência de países fora da Europa, os chineses estão a entrar por aí dentro, os indianos a entrar por aí dentro e os países de leste a fazer concorrência a Portugal... [...]Está-me a fazer um sinal porquê? Estão aí uns chineses? É mesmo bom para eles ouvirem porque eu não os quero aqui.»

Curioso que muitos portugueses também preferissem não ter este Jardim Abananado em Portugal. Realmente a Constituição tem algo de muito errado para permitir truculentos destes no Conselho de Estado.
ASENSIO

Autoria e outros dados (tags, etc)

às 15:15

Sábado, 02.07.05

O meu Schrödinger

Analisemos esta experiência, um pouco diferente da de Schrödinger:

Supondo que uma escolha quântica provoca a queda de um gato de um telhado, provocando-lhe ferimentos irreversíveis. Alguém, após analisar a gravidade dos ferimentos, decide que é necessária uma consulta num veterinário. Outra pessoa propõe-se a levá-lo, pedindo apenas à primeira que pegue no gato e o coloque numa caixa de transporte própria.

Depois de entregue à pessoa responsável por levar o animal ao veterinário, a primeira pessoa nunca mais o vê. Dizem-lhe depois que o gato, devido aos ferimentos, não teria hipótese de sobrevivência digna pelo que o melhor foi abatê-lo.

Para o Universo de quem o levou o gato está definitivamente morto mas, tendo em conta que a primeira pessoa nunca observou o gato depois de o entregar, o gato estará vivo ou morto?

Mesmo não o tendo observado não tenho dúvidas. Tenho pena, mas Schrödinger caiu do meu telhado...
ASENSIO

Autoria e outros dados (tags, etc)

às 05:35

Sexta-feira, 01.07.05

Hoje acordei assim...

Destroy 2000 Years of Culture

It's a dead world...
And it's about that time to clear things here!
One generation follows another...
But something in my head says:
Keep going! Don't give up!

Cold sweat - Running down my back!
I don't fear the chaos!
A reason to fight is not making a stronger man
Cause they don't understand!
I won't calm down! I won't calm down!
What am I supposed to do?
It's hard to realize that the time is running out!
Pow! We're on the move! Resist worldwide!
Cause it takes two...
Your money is full of blood and I know this for sure -
We're gonna take over!
Radical! Terrorize! And I'm not gonna tell you lies!
Our chances are low - Too many problems we got!
f**k the police! Blow them out!

Destroy 2000 years of culture! Destroy 2000 years of culture!
(Move! We gotta move! Move! We gotta move!)

Move! I shout it out loud!
We're radical and we're proud of it...
Change the things - Together we stand and load the gun and make 'em swing'!
Love is a wonderful thing - A secret - A game
And I sing the song of freedom to hate!
Try to think international!

Destroy 2000 years of culture! Destroy 2000 years of culture! Destroy!
Destroy 2000 years of culture! Destroy! Destroy! Destroy 200 years of culture!
(Move! We gotta move! Move! We gotta move!) Destroy 2000 years

Your freedom to speak is a freedom to lie
Whatever it takes to change .. I'm up for it!
There's no place where noone gets hurt...
A place where I can be on my own!
You should feel guilty if you're just watching!
There's this pain and a constant sound in my head...
They always try and get you back to what they define as reality!
There's nothing to lose but watch your back!
It's cold out here... (Don't wait too long!)

Destroy 2000 years of culture! Destroy! Destroy!
(Move! We gotta move! Move! We gotta move!)
Destroy 2000 years of culture! Destroy 2000 years of culture!
______________________________________________
Atari Teenage Riot
The Future of War
ASENSIO

Autoria e outros dados (tags, etc)

às 21:56

Pág. 2/2



Pesquisar

Pesquisar no Blog  


calendário

Julho 2005

D S T Q Q S S
12
3456789
10111213141516
17181920212223
24252627282930
31