Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]

O Bico de Gás



Sexta-feira, 07.10.05

O espectáculo foi mau!

É daqueles casos em que devíamos correr às bilheteiras pedir o dinheiro de volta. Não devia haver dinheiro para circos destes...

«A campanha para as eleições de domingo foi a mais cara de sempre. Envolveu, aliás, mais dinheiro do que a soma de todas as campanhas feitas desde 1976. O apoio do Estado às máquinas partidárias também atingiu um recorde de 54,6 milhões de euros (quase metade do total), pelo que cada português contribui com 5,5 euros.»

ASENSIO

Autoria e outros dados (tags, etc)

às 13:29

Quinta-feira, 06.10.05

Palavras

Só palavras. E estas, já se sabe, são leves, e é por isso que o vento as leva.

«O presidente dos EUA, George W. Bush garantiu ontem que os soldados norte-americanos estão a conseguir "progressos significativos" na luta contra a guerrilha e na formação das novas forças de segurança iraquianas. "Não vamos abandonar o Iraque”.»

Ao mesmo tempo que escrevo este post ouço que houve mais um atentado no Iraque, em Bagdad. De tantos que são já se tornaram banais. Para o senhor Bush isto são “progressos significativos”. Bem pode estar confiante no êxito, não tem inteligência para se aperceber da gravidade do problema que criou.
ASENSIO

Autoria e outros dados (tags, etc)

às 12:32

Quarta-feira, 05.10.05

Cabeça Baixa

Soundgarden - Head down

We see you laugh
We see you dance
We take that away
Every day

We see you cry
We turn your hear
Then we slap your face

We see you try
We see you fail
Some things never change

We hear you cry
We hear you wail
We steal that smile from your face

Bow down to live
Your Life

Head down, hide that smile
Head high got to smile

Head high like a song you like
____________________________
Por: Soudgarden
Album: Superunknown
ASENSIO

Autoria e outros dados (tags, etc)

às 12:38

Sábado, 01.10.05

Synaesthesia

Ele amava-a tanto, tanto que se emaranhavam os sentidos quando a tinha.

Adorava saboreava-lhe a suavidade da sua pele.
Ao ouvi-la, apreciava, nas papilas, as suas palavras.
Se ela lhe tocasse, ele sentia-a como a um alimento.
Quando a admirava quase podia beber as suas formas.
O seu odor de mulher era doce na ponta da língua

Mas como nenhum amor é perfeito, havia algo que o perturbava. Quando alguém, ou ele próprio proferia o seu nome, logo a sua língua e papilas estremeciam de tortura. Não conseguia engolir nem em seco. Queimava-lhe o palato. Parecia que algo o feria seriamente na boca.

Como fazer perpetuar um amor quando se sofre assim?
ASENSIO (também no Sempiterna Temptatio)

Autoria e outros dados (tags, etc)

às 17:43

Sábado, 01.10.05

Deixem-me falar de Humilhações

Notou-se, na cara da Fatinha ao chegar a Felgueiras, o ar de sofrimento pela humilhação causada pela Polícia Judiciária. Nem deu para reparar no, muito pouco subtil, ar de triunfo. Mas o ar jubiloso devia-se ao facto de ter conseguido provar que, cá neste país, se se tiver um certo estatuto, pode fugir-se da justiça e voltar para, em vez de responder pela fuga, ser recebida em braços.

Quanto às humilhações do Ruizito, só provam ao que chegou Portugal. Não pôs a hipótese das reacções violentas à passagem da caravana do PSD, sejam resultados do (mau) trabalho de Rui Rio nestes quatro anos como autarca. Não, isto foi malta do PS. E isso é obviamente grave, muito grave. Então o PS responde que é malta do PSD para fazer a vitimização do Ruizito, que dará sempre importantes votos no dia das Eleições. E isto também é grave, muito grave.

Isto não é campanha, é um número. Isto não é Portugal, é um Circo. Humilhação é passar na rua e ouvir alguém dizer que “cada povo tem os governantes que merece!”
ASENSIO

Autoria e outros dados (tags, etc)

às 17:05

Pág. 2/2



Pesquisar

Pesquisar no Blog  


calendário

Outubro 2005

D S T Q Q S S
1
2345678
9101112131415
16171819202122
23242526272829
3031