Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]

O Bico de Gás



Quinta-feira, 15.12.05

Problema:

Equação: A concordava com X, mas passou a ser apoiante de Y. B concordava com Y mas mudou-se para o X.

Se: X= referendo sobre a IVG
Y= decisão da AR sobre a IVG
A= Jerónimo de Sousa

Incógnita: B= ?
ASENSIO

Autoria e outros dados (tags, etc)

às 21:56

Quinta-feira, 15.12.05

Aguardo com ansiedade

O momento em que Vital Moreira exigirá a demissão do actual governo, pela privatização da REN, por parte do próximo Presidente da República. Seja ele qual for...

«[D]e resto, mais grave do que a privatização das águas -- que aliás não está na agenda política do Governo -- parece-me ser o caso da REN, que detém as redes de transporte de electricidade e de gás natural, sendo de importância estratégica para a nossa economia. A sua privatização já foi anunciada pelo Governo, sem que se conheça nenhuma reserva de Manuel Alegre sobre o assunto.»
ASENSIO

Autoria e outros dados (tags, etc)

às 20:52

Quinta-feira, 15.12.05

Cara Joana Amaral Dias

Essa argumentação é um pouco oca. Colocar as declarações de Soares no contexto que refere leva a pensar que a experiência, para uma candidatura, só é necessária para a esquerda, e que à direita qualquer aprendiz o pode fazer.

Claro que «[é] da máxima importância a experiência anterior de um candidato à Presidência da República. É necessário saber quem foi, o que fez, o que pensa realmente sobre cada uma das questões nacionais, europeias e internacionais.», mas não é, de todo, obrigatória uma participação num executivo governamental.

«[D]e facto, é da máxima importância a experiência anterior de um candidato à Presidência da República. É necessário saber quem foi, o que fez, o que pensa realmente sobre cada uma das questões nacionais, europeias e internacionais. Como se posicionou em relação a cada uma é o que permitirá supor o que fará no futuro.» Ora as posições de Alegre são reconhecidas pela experiência, que a Joana classifica de fraca, como deputado. Mais reconhecidas até que as de muitos participantes em anteriores governos, que viram de posição consoante sopre o vento.

E Alegre até mostra reacção sobre factos concretos como, por exemplo, a questão da privatização da água, reacção essa que nos ajudam a definir quais as suas posições em variados temas. É pouco, reconheço, mas é mais que o candidato Soares (e muito mais que o candidato Cavaco). A experiência é necessária, mas pode ser enganadora. A Soares não basta acenar com as concretizações de antanho, precisa de transmitir ideias concretas para se conhecer a sua posição hoje.

Não sei se foi Alegre que respondeu como «[u]m irmão mais novo, complexado em relação ao mais velho» se é Soares que se comporta de modo paternalista, não só para com Alegre, mas para com Portugal inteiro. Dentro ou fora do contexto, Soares tropeçou ao insinuar que só um experiente executivo poderá ter capacidade para uma candidatura à Presidência da República.
ASENSIO

Autoria e outros dados (tags, etc)

às 20:40


Pesquisar

Pesquisar no Blog  


calendário

Dezembro 2005

D S T Q Q S S
123
45678910
11121314151617
18192021222324
25262728293031