Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]

O Bico de Gás



Quarta-feira, 20.09.06

Anti-climax noticioso

A comunicação social parece desiludida com o "Gordon", o não-furacão. Em vez de alívio, o tratamento dado às notícias sobre a tempestade revela desilusão.
ASENSIO

Autoria e outros dados (tags, etc)

às 13:24

Quarta-feira, 20.09.06

Por falar em...

Independentistas Galegos



Santiago de Compostela

foto: G.

ASENSIO

Autoria e outros dados (tags, etc)

às 02:56

Quarta-feira, 20.09.06

Fantasmas

"Alguém decidiu que o pacto era feito assim e o CDS era deixado de fora da fotografia: ou foi o primeiro-ministro, e isso deve ter consequências na forma de fazer oposição do CDS, ou foi o PSD que não se sentiu pressionado para incluir o tradicional parceiro de coligação, ou foi o Presidente da República", afirmou Paulo Portas, no seu comentário político quinzenal no programa "O Estado da Arte", na SIC-Notícias.»

Uma das razões para a fraqueza de Ribeiro e Castro é ter de conviver com o fantasma de Portas. Mas seria um pouco mais fácil para o CDS se o fantasma não estivesse constantemente a querer voltar à vida. Grande parte do fracasso da oposição do partido pode e deve ser imputado a Paulo Portas com as suas tentativas de enfraquecimento e sabotagens à actual direcção. Paulinho quer regressar como o messias popular por isso convém-lhe que o partido esteja fraco, sobre brasas e em apuros até ao momento certo.

ASENSIO

Autoria e outros dados (tags, etc)

às 02:22

Quarta-feira, 20.09.06

Mais do mesmo, mais de nada

Eu até ia escrever algo sobre o discurso de Bush nas Nações Unidas, mas escrever o quê? Que a moderação que Bush exige, para o Médio Oriente é apenas a manutenção das posições geoestratégicas actuais tão ao agrado da política externa dos EUA e que em nada favorecem as populações residentes? Que continua o "arrastar os pés" quanto ao conflito Isreael-Palestina pela falta de determinação em fazer as exigências necessárias ao estado Isrealita? Determinação que, por outro lado, abunda (e muito bem) na condenação ao Irão pela tentativa de produção de energias/armas atómicas? Porque deus livre os EUA que o Irão possa militarmente fazer frente a Israel. Quanto ao poderio militar e atómico de Israel não tem nada a dizer, dois pesos e duas medidas portanto (neste ponto alguns dirão que Israel não é governado por fanáticos religiosos. Será? Até pode não ser, mas os últimos conflitos na região foram iniciados pelos isrealitas. Além do mais, país que tenha/consiga armamento nuclear é perigoso seja governado por quem for). E, perante a lata molenga e insultuosa do Irão em responder sobre as suas actividades atómicas, como exige a comunidade internacional, George W. Bush faz recair sobre este país ad-eternum uma ameaça que só pode ser considerada como radical. Bush bem pode tomar alguns dos seus "conselhos".
ASENSIO

Autoria e outros dados (tags, etc)

às 01:45


Pesquisar

Pesquisar no Blog  


calendário

Setembro 2006

D S T Q Q S S
12
3456789
10111213141516
17181920212223
24252627282930