Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]

O Bico de Gás



Domingo, 18.02.07

Odeio

veio um golfinho do meio do mar roxo
veio sorrindo pra mim

hoje o sol veio vermelho como um rosto

vênus, diamante, jasmim

veio enfim o e-mail de alguém


veio a maior cornucópia de mulheres

todas mucosas pra mim

o mar se abriu pelo meio dos prazeres

dunas de ouro e marfim

foi assim, é assim, mas assim é demais também


odeio você, odeio você, odeio você

odeio


veio um garoto do arraial do cabo

belo como um serafim

forte e feliz feito um deus, feito um diabo

veio dizendo que sim

só eu, velho, sou feio e ninguém


veio e não veio quem eu desejaria

se dependesse de mim

são paulo em cheio nas luzes da bahia

tudo de bom e ruim

era o fim, é o fim, mas o fim é demais também


odeio você, odeio você, odeio você

odeio

_____________________


Caetano Veloso

ASENSIO

Autoria e outros dados (tags, etc)

às 02:30

Sábado, 17.02.07

Afinal são cordas.

O erro de Demócrito:

«Utilizando geometrias matemáticas simples, Gary Shiu e Bret Underwood reconstruíram um mapa de energia alternativo dos primeiros momentos do Universo, uma espécie de eco do Big Bang, no qual detectaram indícios de pelo menos outras seis dimensões de diminutas formas geométricas, demasiado pequenas para serem medidas através dos actuais métodos de observação.

Uma ideia que pode ser um método viável para se testar a Teoria das Cordas, candidata à ‘teoria do tudo’, que os físicos há muito procuram como forma para unificar as quatro forças fundamentais (força da gravidade, força nuclear forte, força nuclear fraca e força electromagnética), mas até agora não existia uma forma para a testar experimentalmente»

As partículas, existindo em mais dimensões do que as quatro em que vivemos, passam a poder ser definidas como cordas. Esta teoria permite-nos entender, por exemplo, como podem duas partículas, em casos extremos como nos buracos negros, ocupar o mesmo ponto no espaço (*aqui*)
. Adeus ao atomismo.
ASENSIO

Autoria e outros dados (tags, etc)

às 02:55

Quinta-feira, 15.02.07

Ora pois claro...

«O presidente norte-americano, George W. Bush, exortou os países da NATO a disponibilizarem mais tropas para a missão no Afeganistão e a acabarem com as restrições operacionais dos seus soldados.»

Traduzindo: o senhor Bush quer que os "aliados" se disponibilizem ainda mais a limpar as ruínas que os EUA fizeram no Afeganistão. O dito senhor abdicou de concluir o trabalho neste país (Bin Laden não foi capturado) para ir à caça de gambozinos no Iraque, deixando o problema talibã nas mãos aliadas. Ora a criadagem que faça a limpeza.

ASENSIO

Autoria e outros dados (tags, etc)

às 22:16

Quinta-feira, 15.02.07

São Valentim (esse dealer)

Oh! Love, sweet love.

«When you fall in love, "exactly the same system becomes active as when you take cocaine. You can feel intense elation when you're in love. You can feel intense elation when you're high on cocaine."
[...]
Drs. Fisher and Brown say what they learned from lovers' brains is that romantic love isn't really an emotion -- it's a drive that's based deep within our brains, right alongside our urges to find food and water.»

Cada pessoa usa a droga que tem mais à mão.

ASENSIO

Autoria e outros dados (tags, etc)

às 06:26

Quinta-feira, 15.02.07

Disto os homens não saberão nada


Of This Men Shall Know Nothing

Max Ernst
Tate Gallery, Londres, R.U.

ASENSIO

Autoria e outros dados (tags, etc)

às 00:10

Quarta-feira, 14.02.07

Fundo Monetário Internacional

[Eu já falei disto, mas não resisto em por aqui um pedacinho deste diamante literário]

[...] Quanto menos souberes a quantas andas melhor para ti, não te chega para o bife? Antes no talho do que na farmácia; não te chega para a farmácia? Antes na farmácia do que no tribunal; não te chega para o tribunal? Antes a multa do que a morte; não te chega para o cangalheiro? Antes para a cova do que para não sei quem que há-de vir, cabrões de vindouros, hã? Sempre a merda do futuro, a merda do futuro, e eu hã? Que é que eu ando aqui a fazer? Digam lá, e eu? José Mário Branco, 37 anos, isto é que é uma porra, anda aqui um gajo cheio de boas intenções, a pregar aos peixinhos, a arriscar o pêlo, e depois? É só porrada e mal viver é? O menino é mal criado, o menino é 'pequeno burguês', o menino pertence a uma classe sem futuro histórico... Eu sou parvo ou quê? Quero ser feliz porra, quero ser feliz agora, que se foda o futuro, que se foda o progresso, mais vale só do que mal acompanhado, vá mandem-me lavar as mãos antes de ir para a mesa, filhos da puta de progressistas do caralho da revolução que vos foda a todos! Deixem-me em paz porra, deixem-me em paz e sossego, não me emprenhem mais pelos ouvidos caralho, não há paciência, não há paciência, deixem-me em paz caralho, saiam daqui, deixem-me sozinho, só um minuto, vão vender jornais e governos e greves e sindicatos e policias e generais para o raio que vos parta! Deixem-me sozinho, filhos da puta! Deixem só um bocadinho, deixem-me só para sempre, tratem da vossa vida que eu trato da minha, pronto, já chega, sossego porra, silêncio porra, deixem-me só, deixem-me só, deixem-me só, deixem-me morrer descansado. [...]

_____________________________________

FMI - José Mário Branco (ler e/ou ouvir aqui)

ASENSIO

Autoria e outros dados (tags, etc)

às 23:16

Terça-feira, 13.02.07

Justiça (termo usado no sentido lato)

«O Supremo Tribunal de Justiça esclareceu que as custas judiciais do pedido de libertação (habeas corpus) do militar Luís Gomes vão custar no total cinco unidades de conta, ou seja 480 euros.»

É a mesma justiça que se dá ao luxo de perder dois anos no recurso pela paternidade de uma menina de dois anos, que depois impõe uma sentença considerada por muitos como excessiva, que depois não se entende em relação às custas judicias de um
habeas corpus, considerando alguns que cada assinante terá que pagar 480 euros. Porque é que eu acho que andam a gozar connosco?
ASENSIO

Autoria e outros dados (tags, etc)

às 16:32

Domingo, 11.02.07

Puro disparate

«O dirigente da secção de Santarém do movimento «Mais Aborto Não», Ramiro Matos, corroborou que a baixa participação de eleitores nesta consulta pública não legitima a alteração da actual lei, que criminaliza as mulheres que fazem aborto.

«Os níveis elevados de abstenção também demonstram que as pessoas não querem uma alteração à lei», afirmou este dirigente cívico e autarca do PSD em Santarém.»


O referendo pode, infelizmente, não ter sido vinculativo, mas parece-me que há legitimidade política para se alterar a lei. Aliás à semelhança do que aconteceu em '98, na altura o "NÃO" ganhou, logo a lei manteve-se inalterada .


Quanto ao contar a abstenção como votos no "NÃO" é absurdo. A abstenção não é passível de interpretação. José Sócrates recusou-se, e penso eu muito bem, a interpretar os resultados caso o "NÃO" ganhasse, esse exercício seria impossível, então como se pode agora sugerir interpretar a abstenção?

ASENSIO

Autoria e outros dados (tags, etc)

às 22:35

Domingo, 11.02.07

Resultado

SIM 59.2%
NÃO
40,8%
Abst.
56,4% (referendo não vinculativo)

Agora, ao trabalho, todos, porque há muito a fazer.

ASENSIO

Autoria e outros dados (tags, etc)

às 22:17

Domingo, 11.02.07

Mais um tesouro da bananice

«"Se o Estado legislar a favor disso [a favor da despenalização da IVG] vai ter que dar dinheiro à Madeira, nós não estamos preparados, nós não temos dinheiro porque fomos roubados. Quem nos tirou dinheiro vai ter de pagar", declarou Alberto João Jardim,[...]»

E eu pergunto: quando é que o Estado não tem que dar dinheiro à Madeira? Quando é que este buraco negro dos dinheiros públicos devolve ou faz alguma coisa pelo país sem pedir nada em troca?

Se poupar no que rouba ao "contenente" para gastar com o "Jornal da Madeira" (contas por alto são: 5 milhões €/ano <=> 13 700 €/dia <=> 2,7€/ jornal) verá que já tem um pé de meia para o caso da despenalização da IVG for para a frente. "não estamos preparados[...] porque fomos roubados"... grande carraça!

ASENSIO

Autoria e outros dados (tags, etc)

às 12:53

Sexta-feira, 09.02.07

Right In Two

Angels on the sideline,
Puzzled and amused.

Why did Father give these humans free will?

Now they're all confused.


Don't these talking monkeys know that

Eden has enough to go around?

Plenty in this holy garden, silly monkeys,

Where there's one you're bound to divide it.

Right in two.


Angels on the sideline,

Baffled and confused.

Father blessed them all with reason.

And this is what they choose.


Monkey killing monkey killing monkey

Over pieces of the ground.

Silly monkeys give them thumbs,

They forge a blade,

And where there's one

they're bound to divide it,

Right in two.


Monkey killing monkey killing monkey.

Over pieces of the ground.

Silly monkeys give them thumbs.

They make a club.

And beat their brother, down.

How they survive so misguided is a mystery.


Repugnant is a creature who would squander the ability to lift an eye to heaven conscious of his fleeting time here.


Cut it all right in two


Fight over the clouds, over wind, over sky

Fight over life, over blood, over prayer,

overhead and light

Fight over love, over sun,

over another, Fight...


Angels on the sideline again.

Been soon long with patience and reason.

Angels on the sideline again

Wondering when this tug of war will end.


Cut it all right in two

Right in two...

_____________________________

10 000 Days
Tool
ASENSIO

Autoria e outros dados (tags, etc)

às 05:16

Quinta-feira, 08.02.07

Génesis

3:25 E disse Deus: Vivereis ambos em divisão, nunca separados, sempre incompletos. Entre a Luz e a Escuridão, o Branco e o Negro, a Guerra e a Paz, a Vida e a Morte, o Dia e a Noite, o Zénite e o Nadir.

3:26 E disse ainda Deus: Procurareis entre o Homem e a Mulher, a Verdade e a Mentira, o Nada e o Tudo, entre o Sim e o Não, o Bem e o Mal, tentando sempre ser o mais puro deles e nunca conseguindo.

ASENSIO

Autoria e outros dados (tags, etc)

às 18:52

Quarta-feira, 07.02.07

Medicina

O Dr. Gentil Martins ameaça com excomunhão médicos que façam abortos:

«"Condeno com certeza. Para mim são licenciados em Medicina, não são médicos", afirmou Gentil Martins, num jantar-tertúlia organizado em Lisboa pela Plataforma "Não, Obrigada", que juntou um grupo de dezenas de médicos contra a despenalização do aborto.»

ASENSIO

Autoria e outros dados (tags, etc)

às 20:10

Quarta-feira, 07.02.07

Túmulo Nos Astros

Como és belo
Cercado de sete anéis como Saturno

Fechado no teu fogo mais secreto.


Como és belo

No coração do silêncio ilimitado,

Imutável e perfeito

De pura escuridão aureolado.


Já nenhum rosto mora no teu pensamento

De nenhum peso os teus gestos se alimentam

Nenhum acaso desvia

O teu olhar atento.

______________________

No Tempo Dividido

Sophia de Mello Breyner Andresen
ASENSIO

Autoria e outros dados (tags, etc)

às 00:18

Segunda-feira, 05.02.07

Nem de propósito

«Alberto João Jardim afirmou hoje que os apoios financeiros ao "Jornal da Madeira" servem para manter o pluralismo na comunicação social, em reacção ao relatório do Tribunal Constitucional que refere a atribuição de quase cinco milhões de euros àquele título em 2005.»

Para depois: "Ah! Este artigo tão bom sobre o valor da oposição, mas desde que para a semana escrevam um a defender o governo regional, não é cercear, é para haver... digamos, pluralismo. Então, para a semana, eu mand..., peço um artigo, no "Jornal da Madeira", a defender o governo regional. Quem fala em censura? Censura? Não! É para manter o pluralismo... e fazerem o que eu exij... peço."

ASENSIO

Autoria e outros dados (tags, etc)

às 22:22



Pesquisar

Pesquisar no Blog  


calendário

Fevereiro 2007

D S T Q Q S S
123
45678910
11121314151617
18192021222324
25262728