Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]

O Bico de Gás



Quinta-feira, 06.09.07

Reconhecimento à Loucura

Já alguém sentiu a loucura
vestir de repente o nosso corpo?

Já.

E tomar a forma dos objectos?

Sim.

E acender relâmpagos no pensamento?

Também.

E às vezes parecer ser o fim?

Exactamente.

Como o cavalo do soneto de Ângelo de Lima?

Tal e qual.

E depois mostrar-nos o que há-de vir

muito melhor do que está?

E dar-nos a cheirar uma cor

que nos faz seguir viagem

sem paragem

nem resignação?

E sentirmo-nos empurrados pelos rins

na aula de descer abismos

e fazer dos abismos descidas de recreio

e covas de encher novidade?

E de uns fazer gigantes

e de outros alienados?

E fazer frente ao impossível

atrevidamente

e ganhar-Ihe, e ganhar-Ihe

a ponto do impossível ficar possível?

E quando tudo parece perfeito

poder-se ir ainda mais além?

E isto de desencantar vidas

aos que julgam que a vida é só uma?

E isto de haver sempre ainda mais uma maneira pra tudo?


Tu Só, loucura, és capaz de transformar

o mundo tantas vezes quantas sejam as necessárias para olhos individuais.

Só tu és capaz de fazer que tenham razão

tantas razões que hão-de viver juntas.

Tudo, excepto tu, é rotina peganhenta.

Só tu tens asas para dar

a quem tas vier buscar.

____________________

Almada Negreiros

ASENSIO

Autoria e outros dados (tags, etc)

às 22:41

Quinta-feira, 06.09.07

Confusões

«A Polónia bloqueou hoje em Bruxelas a aprovação pelos 27 de uma declaração europeia contra a pena de morte, pondo em causa uma das iniciativas mais simbólicas da presidência portuguesa da União Europeia.»

Bloquear uma declaração simbólica porque se defende um amplo debate sobre o direito à vida? A declaração contra a pena de morte não inibe o debate sobre o aborto e eutanásia. Talvez esta oposição exista para não desagradar o amigo americano...

ASENSIO

Autoria e outros dados (tags, etc)

às 16:15

Quinta-feira, 06.09.07

Incentivos à contratação sem termo divide parceiros sociais

«A proposta apresentada pelo Governo prevê a concessão de incentivos às empresas que contratem jovens, idosos ou desempregados de longa duração, mediante a celebração de um contrato sem termo e a tempo inteiro.»

Como não podia deixar de ser há divisões nos parceiros sociais, mesmo numa questão óbvia como esta. E adivinhem que parceiros desconfiam destes incentivos...

Todos sabemos que promover o contrato sem termo faria baixar os índices de precariedade, pelo que não
tem lógica incentivar outro tipo de contratos para este mesmo objectivo. Só não pensa assim quem lucra com a instabilidade profissional dos trabalhadores.
ASENSIO

Autoria e outros dados (tags, etc)

às 01:24


Pesquisar

Pesquisar no Blog  


calendário

Setembro 2007

D S T Q Q S S
1
2345678
9101112131415
16171819202122
23242526272829
30