Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]

O Bico de Gás



Quinta-feira, 20.03.08

Palavrão

«Cada consumidor português pagou no ano passado 53,31 euros acima da factura eléctrica média da União Europeia, um custo para os consumidores que o economista Eugénio Rosa sustenta ter sido arrecadado como lucro extraordinário pela EDP.»

Vou largar aqui uma frase que, nos dias de hoje, é considerada uma heresia: Nacionalize-se a EDP ou o Estado que actue tendo em conta o controlo de preços.

ASENSIO

Autoria e outros dados (tags, etc)

às 20:24

Quinta-feira, 20.03.08

Geração "Foda-se!"

«O presidente do Conselho das Escolas (CE), Álvaro Almeida dos Santos, defendeu a proibição de telemóveis dentro das instituições de ensino, considerando que estes são uma das principais causas de conflito nas escolas.»

O problema está longe de ser o telemóvel em si. O problema é mais grave e profundo, passa pelas políticas seguidas nos últimos anos que levam à descredibilização dos professores -culpa partilhada entre o Ministério e eles próprios-, ao facilitismo dócil proporcionado aos alunos e à desresponsabilização e alheamento dos pais. Cada um vê a escola à sua maneira. Os professores defendem-na como o seu lugar de trabalho, por vezes indiferentes às necessidades dos alunos, estes por sua vez vêm-na como uma vulgar obrigação quando deviam senti-la como um direito e um lugar de auto-desenvolvimento, os pais tomam as escolas como aterros de
babysitters onde despejam os filhos esperando exigentemente o milagre da educação. As responsabilidades têm que ser partilhadas pelas três partes sob pena de se perder uma geração inteira enquanto todos se empurram uns aos outros.
ASENSIO

Autoria e outros dados (tags, etc)

às 19:57

Quinta-feira, 20.03.08

Ó camarada, por favor...

«O secretário-geral do PCP, Jerónimo de Sousa, aconselhou esta quinta-feira prudência no "julgamento" da violência no Tibete e disse que os incidentes dos últimos dias têm como "objectivo político comprometer os Jogos Olímpicos" na China.»

A credibilidade do PCP em termos de relações externas não é famosa e agora Jerónimo de Sousa expõe-se ao ridículo. A China de Cunhal já não existe, não há nada que identifique o PCP cristalizado com a China actual. E a prova disso é que
a posição de Bush é exactamente a mesma de Jerónimo. São as incoerências associadas ao arrastar de ideais antigos, tão actuais como a 1ª Grande Guerra. Um PCP assim transforma-se na ICAR...
ASENSIO

Autoria e outros dados (tags, etc)

às 18:13


Pesquisar

Pesquisar no Blog  


calendário

Março 2008

D S T Q Q S S
1
2345678
9101112131415
16171819202122
23242526272829
3031