Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]

O Bico de Gás



Sexta-feira, 02.05.08

Cónego Melo em 2º plano

O CDS-PP, patrocinador de várias cenas burlescas no Parlamento, utilizou a morte e o voto de pesar pelo Cónego Eduardo Melo como arma de arremesso à "extrema-esquerda". As palavras de Nuno Melo são esclarecedoras:

«Extraordinário é verificar que esta extrema-esquerda que condena um homem por um crime que os tribunais asseguram ao povo deste país que não cometeu é a mesma esquerda que não se importa de glorificar outras pessoas, essas sim condenadas e julgadas por crimes de sangue verificados em democracia»

Ou seja, não fosse a necessidade que afrontar a "extrema-esquerda" o coitado do Cónego nunca seria sequer lembrado da AR. E a razão é simples, o Cónego Melo pautou toda a sua actuação pela defesa de um sistema que não permitisse uma Assembleia livre como a que conhecemos hoje. O seu anti-comunismo não passava de reaccionarismo primário e
cerejeira. Mas isto é conhecido e é história.

As outras pessoas referidas por Nuno Melo, condenadas mas glorificadas pela esquerda, são muitos daqueles que têm um percurso em prol da liberdade, que arriscaram combatendo o regime anterior e fizeram o 25 de Abril. E é isso que se glorifica, não os crimes pelos quais foram julgados ou condenados.

Se alguém conseguir esclarecer esta direita, sem coragem de se definir como extrema, das diferenças nas personalidades certamente também verá o seu esforço glorificado na AR.

ASENSIO

Autoria e outros dados (tags, etc)

às 15:34


Pesquisar

Pesquisar no Blog  


calendário

Maio 2008

D S T Q Q S S
123
45678910
11121314151617
18192021222324
25262728293031