Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]

O Bico de Gás



Terça-feira, 14.07.09

Quando não há nada a escrever... (II)

I've got no right to



de Before I Forget
ASENSIO

Autoria e outros dados (tags, etc)

às 02:29

Terça-feira, 14.07.09

Quando não há nada a escrever...


d'A Corda do Elefante Sem Corda

ASENSIO

Autoria e outros dados (tags, etc)

às 02:24

Domingo, 12.07.09

E continuei-o assim...


Pé na Terra (ao vivo) - Balada do Sino
ASENSIO

Autoria e outros dados (tags, etc)

às 01:39

Domingo, 12.07.09

Comecei o fim-de-semana com... (II)


Deolinda (ao vivo) - Movimento Perpétuo Associativo
[Comecei o fim-de-semana com...]
ASENSIO

Autoria e outros dados (tags, etc)

às 01:04

Quinta-feira, 09.07.09

Apontamento cinematográfico

«No jantar de final de sessão legislativa, o líder socialista afirmou que a legislatura que agora finda foi “a tempestade perfeita”, mas afirma-se pronto para outra.»

Só para referir ao nosso PM que, caso desconheça, a Tempestade Perfeita resultou num colossal naufrágio.
ASENSIO

Autoria e outros dados (tags, etc)

às 18:13

Terça-feira, 07.07.09

Correndo o risco de entrar no jogo do senhor...


Ainda não vi o
Ponto/Contraponto de Pacheco Pereira, na SIC-Notícias, pelo que apenas me pronuncio sobre este discurso de coitado, de desditoso, que me entope as veias da paciência.

A verdade é que JPP tem variadíssimos púlpitos de onde dá a ensinança de trote à plebe, mas parece que nenhum deles é valorizado como merece. Para o próprio, e apenas para ele, isto é uma injusta realidade.

O único púlpito que ainda admito visitar é o Abrupto, e mesmo esse, cada vez mais me convenço que está a ocupar o ciberespaço de um qualquer sítio com corpos expostos, carnudos e violínicos. Um sítio com menos lágrimas e mais conteúdo.
ASENSIO

Autoria e outros dados (tags, etc)

às 02:05

Domingo, 05.07.09

Tempo anda para trás


foto: Asensio

Traz-me as escolhas que não fiz...
ASENSIO

Autoria e outros dados (tags, etc)

às 23:20

Sábado, 04.07.09

Glória ao defunto

«A verdade é que alguém que nunca trabalhou na vida [Bernardino Soares], vive à custa do erário público e passa o tempo a dar entrevistas à porta de empresas que vão encerrar conseguiu provocar a demissão de alguém [Manuel Pinho] que trabalhou como poucos para salvar algumas das mais importantes empresas portuguesas.» - no Jumento do Dia

O Jumento descarrilou, como muitos outros, pela mistificação do defunto Ministro da Economia.
ASENSIO

Autoria e outros dados (tags, etc)

às 09:58

Sábado, 04.07.09

Pior cego...

Ora tenha santa paciência. Sem dúvida que são inaceitáveis as falhas de memória (eufemismo para "mentiras") de um governante ainda no activo. Mas a verdade é que também as houve do outro lado da barricada, e por alguém cuja finalidade política é ser a próxima líder do Governo.

JPP, num artigo tosco, escolhe as imprecisões (o eufemismo de novo) de Manuela Ferreira Leite e entra assim na atitude de indiferença que critica. Duplicidade e partidarite aguda.

Dito isto, entendo que não existe indiferença nem à mentira nem sequer às manipulações de um qualquer escudeiro de Ferreira Leite. Existe, isso sim, cansaço e desgaste.
ASENSIO

p.s. - cansaço que me tirou vontade de ainda trazer à dança Dias Loureiro mais a sua pretensa inocuidade actual.

Autoria e outros dados (tags, etc)

às 09:18

Quinta-feira, 02.07.09

Pateta, apenas...

A verdade é que Pinho sempre foi um Ministro débil. Acaba por sair, não pela sua ineficácia, mas por um gesto imbecil, politicamente inócuo. O somatório de erros políticos do Ministro da Economia parecem ter menor gravidade do que o trejeito universal para um par de chifres.

E José Sócrates acaba por ter a vida facilitada. Se tinha na calha uma remodelação estratégico-fajuta, daqueles já batidos logros em vésperas de escrutínios, Manuel Pinho acaba por lhe dar uma desculpa para a sua demissão. Há chifres que vêm por bem...
ASENSIO

Autoria e outros dados (tags, etc)

às 21:00

Quinta-feira, 02.07.09

O meu FMI

Deixem-me sozinho, filhos da puta, deixem só um bocadinho, deixem-me só para sempre, tratem da vossa vida que eu trato da minha, pronto, já chega, sossego porra, silêncio porra, deixem-me só, deixem-me só, deixem-me só, deixem-me morrer descansado. Eu quero lá saber do Dias Loureiro e do Manuel Alegre, eu quero lá saber do Boavista e do Jardim Gonçalves, eu quero se lixe o 7 de Junho e o 27 de Setembro e o Cavaco Silva e a Manuela Ferreira Leite e o Vital Moreira e a Fernanda Câncio, deixem-me só porra, rua, larguem-me, desopila o fígado, arreda, T'arrenego Satanás, filhos da puta.
ASENSIO

Autoria e outros dados (tags, etc)

às 16:56

Pág. 2/2



Pesquisar

Pesquisar no Blog  


calendário

Julho 2009

D S T Q Q S S
1234
567891011
12131415161718
19202122232425
262728293031