Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]

O Bico de Gás



Quinta-feira, 27.08.09

Da boca para fora

«O PSD defende no seu programa eleitoral a contingentação dos processos judiciais e a alteração do sistema remuneratório dos magistrados judiciais, com o objectivo de premiar o mérito e tornar a justiça mais rápida.»

Para português ver. Todos anseiam uma justiça mais rápida, então o PSD atira uma medida desenquadrada para a praça, um tapa olhos. Primeiro, rapidez e eficácia são coisas diferentes. Premiar a eficácia, de acordo, premiar a rapidez parece-me imprudente. E é extremamente difícil medir o mérito e a eficácia em justiça. Quem o fará? Como? Quais os critérios? Nada disto tem resposta. Propostas destas leva-as o vento.
ASENSIO

Autoria e outros dados (tags, etc)

às 12:35

Quinta-feira, 27.08.09

Deus nos livre

«João de Deus Pinheiro ex-ministro dos Negócios Estrangeiros de Cavaco Silva e cabeça-de-lista do PSD por Braga apoia uma coligação do partido com o PS e acredita que "a única maioria viável é uma maioria do Bloco Central".»

Eu reconheço que pode ter razão, mas não nos termos em que Deus Pinheiro refere. Não estou a ver que outros dois partidos açambarcariam solidamente e o poder e o Estado como lapas às rochas. A isto chama-se estabilidade parasitária. A verdade é que em termos de andamento político e reformista ficaríamos estacados. Seria o sistema invadido por aqueles que o construíram, mas desta vez, todos em simultâneo. A sede do poder não é sinónimo de capacidade, responsabilidade ou competência governativa. É simples ambição umbiguista.

Aguardo impacientemente as declarações em género de resposta de MFL.
ASENSIO

Autoria e outros dados (tags, etc)

às 12:19

Quinta-feira, 27.08.09

Proibido


foto: asensio
ASENSIO

Autoria e outros dados (tags, etc)

às 01:30

Quinta-feira, 27.08.09

Não vá por aí

«"Ainda para aí muita confusão na cabeça de muita gente com responsabilidades sobre o que é o plano jurídico, o que é o plano político e o que é o plano ético. Eu não entro nessa afirmação politicamente correcta em que agora toda a gente entra", disse o eurodeputado [Paulo Rangel] eleito pelo PSD.»

Não entre, faz bem. Seria terrível ver aquele que é considerado por muitos como o único valor do actual PSD a tentar encontrar uma racionalização para a inclusão dos candidatos arguidos. Meteria os pés pelas mãos seguramente. Mantenha-se ao largo, porque não será Rangel a encontrar uma explicação.
ASENSIO

Autoria e outros dados (tags, etc)

às 01:07


Pesquisar

Pesquisar no Blog  


calendário

Agosto 2009

D S T Q Q S S
1
2345678
9101112131415
16171819202122
23242526272829
3031