Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]

O Bico de Gás



Quarta-feira, 14.04.10

Merece post: "Foi o que lhes disseram"

Muitos psicólogos e psiquiatras demonstraram que não há relação entre o celibato dos padres e a pedofilia, mas muitos outros demonstraram, e disseram-me recentemente, que há uma relação entre homossexualidade e pedofilia, afirmou Bertone, que para quem não sabe é o número dois do Vaticano, ou seja, está para a Igreja como o Miguel Relvas está para o PSD, tanto do ponto de vista da hierarquia como da determinação em dar cabo da instituição que os acolheu em dois ou três disparates certeiros.

Mas vamos então a Bertone, apenas para reduzir a sua afirmação a uma figura de estilo cada vez mais presente na retórica, cuja nobre missão passa por camuflar a ignorância do orador, transferindo para outros, em existindo, o ónus da palermice. Em não existindo, o orador brilha e o técnico recebe a deslocação e uma mini para o caminho.

Então, qual é a figura de estilo, qual é ela? Trata-se do famoso disseram-me que. Ao bom do Bertone, disseram-lhe que há uma relação entre a homossexualidade e a pedofilia, e também lhe disseram que não há relação entre o celibato dos padres e a pedofilia.

Resulta daqui que se alguém diz ó Bertone, isso é estúpido, o Bertone responde foi o que me disseram.

Com efeito, não deixa de ser giro – amoroso, até – que muitos psicólogos e psiquiatras tenham dito ao Bertone que a pedofilia deriva da homossexualidade – brincadeira que a Igreja sempre condenou – e não do celibato – estilo de vida que a Igreja sempre ordenou.

Isto permite defender que a Igreja estava mais uma vez certa e que a culpa é do pecado. Ao mesmo tempo, deixa a porta aberta a um airoso foi o que me disseram, caso haja merda; porque às vezes acontece, veja-se o caso daquele maluco de Tenerife que disse que as crianças é que estavam a pedi-las. Tudo teria sido diferente se o homem tivesse dito disseram-me que isto da pedofilia é muitas vezes o rapaz que pede. Neste caso, quando o escândalo rebentou, até o próprio bispo de Tenerife se podia ter juntado à nossa revolta e lamentado fui enganado!.

Em Portugal, sempre na vanguarda da lábia, o disseram-me que foi usado pela primeira vez pelo professor Aníbal Cavaco da Silva, aquando da praga de espiões que infestou os jardins do Palácio de Belém. Nessa altura, mergulhado que estava na anedota do ano, o génio presidencial foi ao último grito da retórica sacar um eloquente disseram-me que havia vulnerabilidades. E pronto, foi o que lhe disseram.

"Foi o que lhes disseram" por José Costa e Silva, no Lóbi do Chá
ASENSIO

Autoria e outros dados (tags, etc)

às 22:26


Pesquisar

Pesquisar no Blog  


calendário

Abril 2010

D S T Q Q S S
123
45678910
11121314151617
18192021222324
252627282930