Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

O Bico de Gás



Terça-feira, 18.10.05

Cidadãos e cidadãos

Cada vez mais fico com a ideia de que o Governo é executante apenas para alguns cidadãos, os Largadores(*), cá do país. Para os dependentes do Estado, quer sejam funcionários públicos, dependam do subsidio de desemprego ou de reforma, ou para aqueles que, trabalhando em empresas privadas, sabem que, de alguma forma, podem vir a ser beneficiários do sistema estatal. São estes que, sempre que se declara guerra à crise, estão na linha da frente. O aperto é sempre para quem já vive apertado.

Quanto aos outros, os Pegadores(*), ou passam ao lado das carências, ou se forem instados a ajudar na reconstrução económica, logo se manifestam contra, fazendo o “favor” de apresentar soluções alternativas que não lhes provoque tanta urticária, e leve a que sejam outros a fazer o esforço.

É por isso que o “Estado” não é o conjunto de cidadãos de um determinado país, nem mesmo o conjunto de pagadores de impostos. “Estado” é um grupo de pessoas solidárias para quem o Governo se volta quando surge uma crise. E o Governo volta-se sempre para os Largadores por falta de coragem de enfrentar os outros, os Pegadores.
ASENSIO

(*) Largadores e Pegadores são referências ao livro, de Daniel Quinn, ISMAEL – Como o Mundo Veio a Ser o Que É, Via Óptima.

Autoria e outros dados (tags, etc)

às 21:18


Comentar:

CorretorEmoji

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog tem comentários moderados.

Este blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.



Pesquisar

Pesquisar no Blog  


calendário

Outubro 2005

D S T Q Q S S
1
2345678
9101112131415
16171819202122
23242526272829
3031