Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

O Bico de Gás



Quinta-feira, 16.07.09

Pérolas Jardinistas

«Alberto João Jardim quer rever a Constituição e proibir o comunismo em Portugal. O Presidente do Governo Regional da Madeira vai avançar na próxima semana, no Parlamento Regional, com a proposta de revisão onde se pode ler que a "democracia não deve tolerar comportamentos e ideologias totalitárias e autoritárias" dando dois exemplos: o fascismo e o comunismo»

O Sr. Alberto apenas mostra que tem pavor a uma democracia adulta. Num sistema como o nosso, os cidadãos, em liberdade, expurgam naturalmente estas ideologias totalitárias dos processos de decisão. Uma democracia equilibrada não precisa de -nem deve- proibir, a expressão de todos os pontos de vista ideológicos, desde que estes sejam expressos dentro da legalidade. É um regime de equilíbrios como já se disse aqui...

É verdade, Sr. Alberto, a Constituição não permite todos os ideais. Não permite o fascismo, mas isso talvez se deva à longa noite, mais de 40 anos, de Estado Novo que experimentámos e na qual o Sr. Alberto teve um papel, talvez irrelevante, mas teve. Apenas passaram 35 anos, pouco tempo para apagar essa memória colectiva do país.

De qualquer forma a nossa democracia já se mostra com alguma harmonia. Muito português, com o laborar dos resquícios de um alter-ego pidoso (quem não o tem?), anseia internamente o calar do representante madeirense, mas democraticamente aprendemos a lidar com a ajardinada personagem. Daí que possamos, todos, orgulhar-nos da liberdade expressão que alguém como o Sr. Alberto usufrui.
ASENSIO

Autoria e outros dados (tags, etc)

às 21:30


Comentar:

Mais

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog tem comentários moderados.

Este blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.



Creative Commons License


Pesquisar

Pesquisar no Blog  


calendário

Julho 2009

D S T Q Q S S
1234
567891011
12131415161718
19202122232425
262728293031