Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

O Bico de Gás



Sexta-feira, 18.11.05

“O mais difícil”

Caro Vital Moreira,

Isto está tudo muito certo, até ao momento em que procura justificar as políticas sociais adoptadas pelo PS como sendo as necessárias para resolver a sustentabilidade financeira do Estado Social.

Ora as reformas ao Estado Social só têm lógica quando não põem em causa o auxílio social prestado pelo Estado aos mais desfavorecidos. Ou então corre-se o risco de, para salvar o Estado Social, reduzir, ou extinguir, o mesmo Estado Social. Se não morre da doença, morre da cura.

A verdade é que, se umas políticas PS procuram reduzir regalias inaceitáveis ou benefícios injustificados, outras agridem sectores mais desfavorecidos da sociedade. A moderação, ou redução, do montante de prestações sociais, que o PS diz ser necessária, é um ataque aos mais carenciados que sobrevivem apenas destas ajudas. E Isto é “atacar o seu núcleo essencial”. O que Vital Moreira defende é que o Estado Social, quando em crise, recue para lamber as suas feridas, desprotegendo aqueles que se propôs defender.

Há políticas, óbvias para o financiamento do Estado, que não vão ser aplicadas. Um exemplo: «O quarto elemento do Estado social diz respeito ao financiamento das despesas públicas por meio de um sistema tributário [...]». É do senso comum que o fim do sigilo bancário permitiria ao Estado um aumento nas contribuições, pela diminuição de situações de fuga ao fisco. Como se justifica então a sua manutenção?
ASENSIO

Autoria e outros dados (tags, etc)

às 17:07


Comentar:

Mais

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog tem comentários moderados.

Este blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.



Creative Commons License


Pesquisar

Pesquisar no Blog  


calendário

Novembro 2005

D S T Q Q S S
12345
6789101112
13141516171819
20212223242526
27282930