Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

O Bico de Gás



Sexta-feira, 01.04.05

Num dia em que se esperou unicamente a morte

Pan Gu e a Criação
(Mito originário da China)

Terra e Céu eram ainda um e tudo era Caos. O Universo era como um grande ovo negro que apenas continha Pan Gu dentro de si. Passados dezoito mil anos, Pan Gu acordou do seu sono divino. Sentindo-se a sufocar, pegou num machado e quebrou o ovo. A parte leve e lisa do ovo ergueu-se e deu forma aos céus, a parte turva e pesada ficou em baixo e fez-se terra. Pan Gu ficou no meio, tocando o céu com a cabeça e a terra com os pés. Céu e terra expandiam-se rapidamente e Pan Gu acompanhava-os e crescia com eles. Passados outros dezoito mil anos, o céu estava mais alto, a terra, mais espessa e Pan Gu, medindo nove milhões de li, garantia que as metades do ovo não voltariam a tocar-se.

Quando Pan Gu morreu, nasceram da sua respiração o vento e as nuvens. A sua voz fez-se relâmpago, os olhos tornaram-se sol e lua, o seu corpo deu lugar a cinco grandes montanhas e é do seu sangue que hoje correm as águas. Dos seus pêlos vêm as estrelas, dos seus músculos o solo fértil e do seu suor as chuvas. O homem nasceu dos seus piolhos e das suas pulgas.

ASENSIO

Autoria e outros dados (tags, etc)

às 23:32


Comentar:

CorretorEmoji

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog tem comentários moderados.

Este blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.



Pesquisar

Pesquisar no Blog  


calendário

Abril 2005

D S T Q Q S S
12
3456789
10111213141516
17181920212223
24252627282930